"Minha menina cresceu!"
Eu não pretendia deixar a conversa com papai ficar daquele jeito. Mas tratar de certos assuntos num avião cheio - por mais que pudéssemos falar num tom tão baixo e rápido que fosse praticamente imperceptível aos ouvidos humanos - não era uma boa ideia. Ia esperar a conexão em Paris. Tomara que mamãe me ajude nessa tarefa. Provavelmente, ela passou por algo parecido com vovô Charlie.
Jake, Sam, Leah e Josh dormiam profundamente e eu não conseguia pregar os olhos. Nahuel estava nas últimas páginas do seu grosso livro, enquanto que papai e mamãe mantinham uma longa e interminável conversa. A maior parte dela sobre mim. Por mais que sussurrassem, eu conseguia ouvi-los perfeitamente. Mamãe estava dividida em sua opinião. Apesar de compreender o que papai sentia, podia entender a minha situação também. Segundo ela, sabia bem como era "difícil conseguir conter certos desejos nessa idade" e que papai já devia ter percebido que "Jake era beeeem diferente dele". Eu ri quando papai demonstrou uma ponta de ciúme quando mamãe fez esse comentário. "Diferente como?", indagou, curioso. E me segurei para não rir alto com a resposta de mamãe: "A começar pela temperatura e pela idade, Jake não tem os mesmos temores que você tinha comigo, sendo eu humana e você vampiro na época. Sinceramente, se não fosse pelo risco que você temia que eu corresse, não sei se teria se segurado tanto diante das minhas investidas. Talvez Nessie tenha puxado a mim, com todo esse... fogo".
"Como não incendiar?", pensei, mas logo me contive. Não podia arriscar com pensamentos daquele tipo naquela momento. Vai que o "leitor de pensamentos", como diz Jacob, os capte? Bem, deixa eu me concentrar na minha música e nas minhas "tuitadas". Essa era a minha nova mania: o Twitter. Me mantinha informada e em contato com um grande número de pessoas no mundo todo, sem precisar me expor. Vantagens do mundo virtual.
Até chegarmos em Paris, as horas pareceram ter passado em slow motion. Foi uma eternidade até ouvirmos o comandante anunciar a proximidade do Aeroporto Internacional Charles de Gaulle. Tratei de acordar Jake e Sam. Leah e Josh já estavam despertos, admirando o visual pela janela. 
Tínhamos uma hora para andar pelo aeroporto, enquanto esperávamos nosso próximo embarque com destino a Roma. Leah, Josh e Sam foram andar um pouco, ver vitrines. E eu chamei Jake para me ajudar a desfazer aquele clima com papai.
_ E se a gente apenas pensar na conversa que desejamos ter com ele, não dá na mesma? _ brincou Jake, tentando quebrar a tensão.
_ Por favor, Jake, vê se colabora. _ recomendei, enquanto caminhávamos alguns metros atrás dos meus pais, que se dirigiam a uma livraria.
_ Confesso que era bem mais fácil lidar com ele quando o via apenas como adversário, ou mesmo depois, como amigo. Vê-lo na posição de sogro é outra coisa... Mas acho que o que mais me deixa nervoso é enfrentar a Bella. Ainda me lembro de como ela reagiu quando soube do nosso imprinting. _ desabafou Jake.
_ Eu também lembro. _ respondi rindo, recordando da cena da mamãe correndo atrás do Jacob, furiosa por ainda não entender como funcionava o imprinting entre nós: sendo eu ainda bebê e ele um jovem de 17 anos - quase 18. Mas aquela situação era diferente.
_ Relaxa Jake, mamãe não vai ser problema, muito pelo contrário.
Aproveitei que eles pararam em frente à vitrine para olhar os livros em exposição e os chamei. Eu sabia que era desnecessário dizer ao meu pai o que queria, mas ignorei esse fato. Ele também.
_ Pai, mãe...
Eles apenas se viraram, aguardando o que eu tinha a dizer...
_ Er... será que a gente podia se sentar naquele caffé pra conversar? Eu e Jake gostaríamos de dizer umas coisas pra vocês.
Papai concordou, apenas com um gesto de cabeça.
_ Hummm... quanto suspense! _ descontraiu mamãe, já percebendo do que se tratava o assunto.
Apertei firme a mão de Jake e ele a minha. Eu não tinha a menor ideia de como iniciaria a conversa, mas sabia que na hora "H" as palavras sairiam. Pelo menos era isso que eu esperava. Nos sentamos. Eu e Jake de frente para uma atenta Bella e um tenso Edward, que tentava disfarçar por trás de uma cara fechada. Em se tratando de mim, que além de sua filha sou uma ótima observadora, sua tentativa foi perda de tempo. Papai estava nervoso com aquela situação tanto quanto nós. Seus movimentos o denunciavam. Puxou a cadeira um pouco de lado, cruzou as pernas e pôs um dos braços sobre a mesa, procurando o primeiro objeto sobre ela - no caso, um saleiro -, para se distrair, evitando, assim, olhar nos meus olhos. Logo em seguida, passou a mão nos cabelos algumas vezes e pigarreou, como se sua garganta precisasse de tal ajuda.
_ E então...? _ tentou ajudar mamãe.
_ Bem... _ dissemos eu e Jacob, em coro.
_ Quer começar? _ perguntou Jake.
_ É, acho que sim... _ temia pela falta de jeito de Jake. Se eu iniciasse, ele pegaria o espírito da conversar e me acompanharia melhor.
_ Bem, primeiro queríamos pedir desculpas a você, papai, por tê-lo constrangido e desrespeitado, mesmo sem querer. _ comecei.
_ Eu não queria...er... ter pensado aquilo _ tentou Jake.
_ Não se tratou de um simples pensamento, mas de algo que aconteceu. _ respondeu papai, ainda na defensiva - ou seria no ataque?
_ Edward! Vamos ouvir o que eles têm a dizer. Não precisamos tornar isso tão difícil. Estamos no século XXI! _ ajudou mamãe.
_ Ok! Continuem... _ concordou papai, meio contrariado e ainda de cara fechada, voltando a mexer no tal saleiro.
_ Então... o que eu quero dizer, papai, é que não  gostaria que tivesse passado por isso. Ver o que viu, ainda que tenha sido pelo pensamento do Jake, não deve ter sido legal. Mas, o principal, o que realmente quero dizer, é que a nossa relação não se resume àquilo. O que sentimos um pelo outro vai muito além, é muito mais forte. E você deveria saber disso, pois é o que sente pela mamãe: amor.
_ Que lindo! Nem acredito que estou ouvindo você dizer isso, Nessie! A minha menina cresceu! _ se derreteu mamãe, me deixando encabulada e quebrando o gelo do papai.
_ É... a nossa menina cresceu, quem diria! _ concordou papai, complementando _ Talvez, rápido demais! _ disse isso num meio sorriso, se referindo ao meu desenvolvimento acelerado.
_ Queria que soubessem que há pouco tempo comecei a enxergar o Jake de outra forma. Antes era como amor de irmão. Mas, de uns tempos pra cá, esse sentimento ganhou uma nova forma, ou mais elementos, como desejo, atração física...
_ Nessie, Nessie... acho que eu e seu pai já entendemos o que quis dizer. Não precisa entrar em detalhes, meu amor. _ pediu mamãe, já sem graça.
_ Desculpa. Eu entendo que pra vocês é difícil encarar que amadureci, em todos os sentidos.
_ Realmente não é fácil, Nessie. Ainda estou tentando me acostumar com a ideia de que você vai casar _ declarou papai.
_ Eu também quero aproveitar e deixar claro que essa transformação de sentimento só aconteceu comigo há pouco tempo. Foi estranho começar a perceber essa outra Nessie. Mas foi tão... tão natural. É como se eu tivesse parado no tempo e esperado ela crescer. Então, um belo dia, eu olho pro lado e me deparo com... - nesse momento ele parou para me admirar - ... com essa Nessie que vocês só estão conhecendo agora.
_ Acho que eu e Edward temos que nos acostumar com essa nova fase de vocês, principalmente porque vão se casar. Querendo ou não, vocês terão uma vida a dois, de casados, e, então, como será? Ficarão a vida toda pedindo desculpas a cada vez que tiverem os pensamentos mais íntimos de vocês invadidos?
Nesse momento, papai interrompeu mamãe para se defender.
_ Não invado o pensamento das pessoas. É algo involuntário.
_ Mas você pode controlar e focar o que vê e ouve, não é? _ lembrou mamãe, deixando papai sem saída.
_ Posso, mas como não dar atenção a um tipo de pensamento desse? É minha filha! E Jake, como sempre, é muito intenso em suas lembranças. É como se gritasse pra mim o que está pensando.
_ Não faço por mal. É o meu jeito. Sou intenso mesmo. Principalmente no que diz respeito à Renesmee _ justificou Jake.
_ Calma pessoal! A gente está aqui pra se entender e resolver essa situação. Só queria que você não ficasse chateado conosco e fizesse as pazes com o Jake, papai _ pedi.
_ Não estou chateado com vocês. Não mais. No entanto, se não tivesse casamento marcado, seria motivo pra te deixar de castigo e não permitir que Jake morasse mais conosco. Mas reconheço o amor entre os dois e prometo que vou controlar meus pensamentos em relação a vocês...depois do casamento- ele fez questão de frisar essa última parte.
 _ Posso te dar um abraço, pai?
_ Claro!
E, muito feliz por termos nos entendido, o abracei bem forte, sentindo mamãe nos envolver também, num abraço em família.
_ E eu? Também quero! _ disse Jake, já participando do "bolo".
_ Pessoal, acho que estamos chamando atenção _ disse papai, indicando com os olhos que estávamos sendo observados por algumas pessoas no aeroporto.
_ Ao menos estamos chamando atenção de uma forma diferente. Atrair olhares assim até que é bom  _ brincou mamãe, com com muito orgulho. Sentimento compartilhado por todos nós.

21 comentários:

  1. Nathy_bells disse...

    Ahhh tbm quero fazer parte desse bolo pode?
    Cadê o Emmett para dar um abraço de urso ai?
    Amei esse capitulo mais descontraido ...  

  2. Anônimo disse...

    QUE LINDOOO!!! Adorei Mônica! Poxa, fico pensando quando você terminar a fic vai ser o Ó, já sinto falta... Beijos, Arianne.  

  3. Monica Marinho disse...

    Vai ser msm Arianne! Já estou sofrendo com a saudade antes de terminar. Mas a história tem q ter um fim né? Ao menos conheci fanpires lindas através desta fic e não pretendo perder contato com vcs.  

  4. Monica Marinho disse...

    Nathy, realmente esse abraço seria mais perfeito com o Emmet e o restante dos Cullen. Mas ainda teremos momento pareceido no final e com a galera toda reunida. hehe!  

  5. Anônimo disse...

    Nayara:Lindo,eu amei quero um Pai assim como o Edward.Já fico triste de
    pensar que a finc vai acabar.  

  6. Anônimo disse...

    celi Tá boa posta logo.  

  7. Rayanne disse...

    oh! posta logo o resto toh louca pra ler.ADOREI  

  8. Monica Marinho disse...

    Celi e Rayanne, calma fanpires!!! Eu queria mesmo ter postado mais uma hoje, mas passei o dia fora e não tive tempo. Mas essa semana sai mais... Bjks!  

  9. εϊз~ Grasyєℓℓყ εϊз~ disse...

    Oii Mô!!
    passei uns dias sumida mais tô de volta!
    como sempre vc arrasandoooo na fic!
    Só fiquei triste por saber q está acabandoo (sniif)...

    Era bom q virasse tipo malhação (Prasempre) ashuahsuahsuahusha

    Anciosa e curiosíssima pra ler o restoo!

    Twibeijooos♥  

  10. I Love Twilight e Black Dagger Brotherhood Brasil disse...

    Tão lindos...eu amo Edward e Bella e depois que Nessie nasceu, ou foi concebida, passeia a mar Jake, também.
    Mô esta sua fic está cada dia mais linda...  

  11. Tammy disse...

    Eu adorei.....ficou muito fofo
    Postei um novo capítulo no meu blog
    http://tammy_love.blogs.sapo.pt/4143.html
    bjokas  

  12. Monica Marinho disse...

    Valeu Tammy! E já deixei coment lá no seu blog.  

  13. Monica Marinho disse...

    Oi Grasy!!! Senti sua falta msm!!! E essa ideia de fic estilo Malhação até q é uma hem! hahahahah! Quem sabe?  

  14. Monica Marinho disse...

    Cii! Falar de família, amor e vampiros é com a gente né? Heheheh! Tb passei a gostar mais do Jake a partir de Amanhecer, e com a fic passei a amá-lo. Passou a ser como um filho. Ounnn...  

  15. Anônimo disse...

    Isso mesmo Mônica! Fic estilo Malhação, rsrs. Gostei da idéia, pensa no caso com carinho... POR FAVOR!!! Beijos, Arianne.  

  16. εϊз~ Grasyєℓℓყ εϊз~ disse...

    rsrsrs
    Agoraa esperando a próxima eiin Mô!  

  17. Lia disse...

    ola Monica td bm?
    Adorei o capitulo fico muito bom!!!!!!!!!!
    Mal posso esperar pelo proximo!!!!!
    bjsssssssssssss
    Lia  

  18. Leh!!!100%crepusculo(blog) disse...

    Ai Mônica esse capitulo foi tão...tão LINDO!!!
    quase ñ aguentei aqui!
    ñ quero pensar quando a fic acabar!!
    ñ sei mas o q vai ser da minha vida!!
    eu tô tão acostumada!!
    Um beijo MÔNICA!!
    Espero que TODAS nós que somos apaixonadas pela fic ainda mantenhamos contato com vc depois que vc acabar de escrever!!
    UM BEIJÃO!!!  

  19. Monica Marinho disse...

    Disso eu faço questão, Leh! Tb quero continuar mantendo contato c/ vcs. Eu PRECISOOO!!!  

  20. Anônimo disse...

    Nayara:Mô,quando vc vai postar mais?To muito ansiosa.bbbbbeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiijjjjjjjjjoooooooooooosssssssssssss.  

  21. Monica Marinho disse...

    Hojeeeee tem mais Nayara!!! Bjks!!!  


 

...