Pensamentos traiçoeiros
Papai sabia ser desagradável quando queria. Se bem que ele tinha razão em um ponto: apesar da conciliação feita entre lobos e vampiros depois daquele encontro com os Volturi, o acordo de não invadirmos o território deles ainda estava de pé. Jake como alfa da sua matilha, tinha poder de decisão, mas só a usou uma vez, quando foi muito necessário. Ele não pretendia afrontar ninguém. Não sem necessidade. Alguns anciões do conselho não nos viam com bons olhos. Mesmo quando Sam, Jake, Billy e Sue nos defenderam na última reunião que fizeram para tentar redefinir alguns pontos do tal acordo. Eles tentaram, por exemplo, abrir uma exceção para mamãe e papai (os futuros sogros de Jake), ao menos. Mas o máximo que conseguiram foi uma concessão para mim e Carlisle. No meu caso, por ser diferente dos demais vampiros e não oferecer "perigo". E Carlisle por ter se mostrado confiável e prestativo da vez que cuidou dos ferimentos de Jake em sua casa. 
Mas eu não podia deixar que papai respondesse por mim naquele momento. Afinal, eu já era quase uma adulta e era a minha vida que estava em jogo.
_ Eu vou para La Push. Você sabe que tenho permissão para entrar em território quileute e se é lá que Alice está dizendo que vou estar segura, ao lado de Jake, então é para lá que vou...
_ Renesmee Carlie Cullen... _ quando papai dizia o meu nome completo, era porque não vinha boa coisa. Por isso, não lhe dei nem a chance de terminar.
_ Sr. Edward Cullen “Superprotetor”, ao menos uma vez me trate como alguém que já pode decidir a própria vida.
_ Edward..._ Dei graças a Deus quando mamãe interferiu com aquela doce voz capaz de dobrar o papai em qualquer circunstância. _ Acho que Nassie tem razão. Ela já não é mais uma garotinha. E, além do mais, se Alice acha que Jake poderá protegê-la...
_ Mas Bella...
_ Por favor, Edward! _ mamãe disse a palavrinha mágica, "por favor", de um jeitinho que só ela sabia fazer. E eu, como já tinha aprendido sua técnica, aproveitei para reforçar o pedido...
_ Por favooooor, papai _ caprichei na voz dengosa desta vez.
_ Vocês sabem me convencer, não é? E a senhorita, Nassie, se empolgue menos nas comemorações.
Saco! Não pude conter meus pensamentos dessa vez, mas ainda assim, me fiz de desentendida...
_ Comemorações? Viu algo em meus pensamentos?
_ E precisa? Você é minha filha e a conheço o suficiente. Pode ir para La Push, mas com uma condição: vai ficar na casa de Sue. Nada de dormir naquela casinha apertada com Jacob. Ainda mais com Billy doente e com a irmã de Jack por lá. Você só iria incomodar. Caso Sue não se importe, você fica lá em sua antiga casa. Podemos pagar um aluguel à ela, pelo tempo que precisar ficar.
_ Você não vai poder evitar o inevitável durante muito tempo Edward! _ avisou Alice, mostrando visões a papai que não o agradaram nada.
_ Me poupe de suas visões sobre isso, Alice! Por favor!
_ Tá bom. Só queria que soubesse que não adianta...
_ Já sei, Alice. Basta!
_ Tá bom, não precisa se zangar, Ed.
_ Não acho que Sue vá querer qualquer pagamento para que Nessie fique em sua casa de La Push _ mamãe tinha um grande carinho por Sue, principalmente por saber que ela era a responsável pela nova fase de Charlie. Vovô era outro homem, renovado e feliz por encontrar o amor de sua vida após tantos anos sozinho. Agora ele tinha alguém para amar e amá-lo, e também para cuidar dele - principalmente de sua alimentação -, além de compartilhar tantas novidades em sua vida. Novidades essas nada comuns e que ela saberia entender melhor que ninguém. Afinal Sue tinha dois filhos lobos, não havia nada de extraordinário saber que vovô tinha uma filha, uma neta e um genro vampiros.
Mas voltando à questão "ida à La Push" e da decisão de eu ficar na casa de Sue, realmente foi um balde de água fria nos meus planos. Meu pai tinha que ter lembrado da casa de Sue? Léa estava vivendo em Port Angeles e Seth havia se mudado para a casa de Charlie com Sue. A casa realmente estava vazia. Ham? Vazia? Oh! Isso até que não era de todo ruim... Uma casa vazia, em La Push, pertinho de Jacob...meus pensamentos voaram e... me traíram...
_ Renesmee!!! _ a voz indignada de papai me fizeram ir das nuvens ao chão duro, sem pára-quedas. Fiquei multicolorida de constrangimento. Conter certos pensamentos não eram fáceis.
_ Desculpe-me papai... _ "preciso me conter, preciso me conter", pensei fortemente.
_ Isso não vai dar certo... _ resmungou papai, de olhos fechados, balançando a cabeça negativamente, como se quisesse expulsar de sua mente os meus últimos pensamentos.
_ Foi só um pensamento bobo, paizinho, não acredite em tudo o que aparece em minha mente. São apenas...errr... pensamentos
Não me ocorreu nada melhor que isso na hora. Passei a pensar no mar de La Push, que havia visto apenas uma vez, mas cuja beleza ficara gravada em minha memória como um cartão postal. Invadi minha mente com aquele oceano e seu imenso, maravilhoso e misterioso mundo subaquático que eu pretendia conhecer um dia. Peixinhos, golfinhos, ouriços do mar... "Se concentre, Nessie..."
Nota da autora: Por enquanto, minha imaginação só me permitiu escrever até aqui. Assim que o resto da história fluir, publicaremos...


Nossa queridíssima leitora Érica Riello (@ericaflriello - #F), fanzoca de Twilight e da série "Vampire Diaries" (Diário de Vampiro) - transmitida pela Warner (canal por assinatura da Net e Sky) - conseguiu um vídeo no Youtube onde suas 2 paixões estão juntinhas. O vídeo, legendado (Legendas: PCullen www.foforks.com.br), foi postado por "Foforkscreu"No episódio 4, a produção da série introduziu um diálogo entre o vampiro Damon (Ian Somerhalder) e a loiríssima Caroline Forbes (Candice Accola), aonde eles falam sobre o livro de Stephenie Meyer. Infelizmente não postamos o vídeo aqui pois o acesso ao código fonte para incorporação do mesmo foi retirado, mediante solicitação. Mas é só clicar no link a seguir e você poderá conferir a cenaaaa!!!!!

Olha issooooo!!! Esse Youtube é ma-ra-vi-lho-so!!!!! Ainda que sejam apenas milésimos de segundos da cena e sem legenda, vale a pena assistir esses dois. Não precisa nem entender inglês, é só para apreciar mesmo...


Robert Pattinson será um dos convidados do programa 'The Ellen DeGeneres Show', que irá ao ar dia 20 de novembro, dia da estréia do filme Lua Nova. A entrevista com o astro, porém, será gravada em 17 de novembro. O programa da Ellen é transmitdo para o Brasil pelo canal Warner, que tem na Sky e na Net, só que as entrevistas sempre são transmitidas muito tempo depois de terem passado lá nos Estados Unidos. Mas nós temos fé que uma boa alma da terra do Tio Sam irá gravar tudinho e publicar no Youtube logo,logo. Vamos ficar na espreita...

Taylor Lautner recebe o "Breakout Masculino" (Prêmio de Desempenho), no palco, durante o Scream Award 2009, da Spike TV, realizada no Teatro Grego, em Los Angeles, em 17 de outubro de 2009. (Getty Images)
Mais em: www.gossipcop.com

É claro que Roma, capital italiana, não poderia ficar de fora da Premiere de Lua Nova (Brasil aguarda!). Afinal, a grande cena do filme foi rodada em Montepulciano, na Itália. fE lá foi parte do elenco do 2º filme da saga para a Terra da Macarronada. Alguns dos que prestigiaram o evento foram os vamps Volturi: Charlie Bewley (Demetri), Jamie Campbell Bower (Caius) e Cameron Bright (Alec). Eles passaram no tapete vermelho para a estreia de New Moon, no Festival de Cinema de Roma, conforme vocês podem conferir na foto abaixo.

Agora, ao terminar de ler este post, vá no button ao lado, onde está escrito "Premiere New Moon no Brasil", clique e assine a petição. Ok? Vamos ver se nos ouvem e trazem esse povo pra cá.


Visões
Tudo estava calmo em casa, enquanto eu e vovô nos deslumbrávamos com a descoberta de um DNA "alienígena" que vinha sendo estudado num laboratório da Flórida. “A descoberta indica que podem existir formas de vida diferentes das que estamos acostumados, seja em outros planetas ou até mesmo escondidas em nosso próprio mundo”, dizia o texto na web. De repente, vovó nos chamou, com uma certa aflição na voz. Ao chegarmos no escritório, nos deparamos com a expressão perdida de Alice. Ela estava tendo uma de suas visões e não parecia ser algo bom.
_ O que foi Alice? O que está acontecendo? _ perguntou Carlisle, segurando firme em seus ombros.
_ É algo com meus pais ou Jacob? Jasper, Emmet ou meus avós humanos? Diga algo, Alice, pelo amor de Deus!_ disse, já nervosa, pensando mil coisas.
_ Os Volturi! ¬_ as palavras de Alice foram como um soco no estômago. Só de lembrar da cara daquela vampirada encapuzada fazia meu estômago revirar.
_ O que tem os Volturi? O que eles estão planejando?_ perguntou Carlisle, tentando obter mais informações.
_ Os Volturi, principalmente Aro e Marcus, não se conformaram com aquela história de Joham e estão à procura dele e de suas filhas. Vejo Nahuel tentando defender as irmãs e... morrendo. Logo depois... Não! – gritou, já saindo do transe e me procurando para um abraço.
_ O que foi? É algo comigo, não é?_ A reação de Alice deixou bem claro que sua visão tinha algo a ver comigo também. Naquele mesmo instante a porta da sala se abriu e logo mamãe e papai estavam ali conosco.
_ Alice, já estávamos próximos de casa e pude compartilhar de sua visão. Já sabíamos que isso poderia acontecer _ é lógico que meu pai já sabia o que Alice tinha visto. Sua voz, apesar de tentar esconder a realidade dos fatos, estava carregada de preocupação. Eu já conhecia bem o seu jeito protetor.
_ Do que vocês estão falando? Dá pra compartilhar com a gente também, por favor! _ disse mamãe, aflita. Ela detestava quando Alice e meu pai tinham essas conversas mentais e depois ficavam fazendo comentários sem sentido, como se todos nós tivéssemos o mesmo dom de ler pensamentos. Quando isso acontecia comigo e papai, conseguia fazer com que ela participasse: era só tocá-la.
_ Calma, Bella. Alice vai explicar o que viu. _ respondeu papai, a abraçando, enquanto aguardava a explicação ser passada a nós.
_ Todos aqui sabem que os Volturi nunca engoliram aquela “humilhação moral” a que foram submetidos por nós. Desde então, pensam numa forma de nos atingir, de nos provocar. E eles vão tentar isso de uma forma indireta: através de Johan e seus filhos. As experiências de Joham para a criação de uma nova espécie – nesse momento ela olhou para mim. _ estão acontecendo de uma forma desenfreada na América do Sul. Ele já descobriu que as filhas podem “procriar”, tal como Nessie, e está se valendo dessa “vantagem”. Os Volturi estão dando corda para Johan para que, no momento certo, possam declarar essa nova espécie uma ameaça aos vampiros. Vi as irmãs de Nahuel o procurando para pedir socorro e ele não vai se negar a ajudá-las. Ele pretende contar com nosso apoio também. Mas o pior disso tudo é que a verdadeira intenção dos Volturi, mais precisamente de Aro, é chegar em você, Nessie. Johan e Nahuel são apenas pretextos.
_ Mas os Volturi não têm chance contra nós. Tem? _ Minha pergunta foi um misto de afirmação e pergunta, pois eu não sabia qual era a nova situação dos Volturi. Certamente eles estão se preparando para que não estejam sejam pegos de surpresa da próxima vez. Devem ter feito novas aquisições. E sabe-se lá com que poderes.
_ Eu e sua mãe estamos aqui Nessie e nada acontecerá a você. Faremos o que for preciso para protegê-la– disse papai, me apertando entre ele e mamãe.
_ Ai deles se tocarem num fio de cabelo seu _ rosnou mamãe, com as mãos em punho.
_ Sabemos que Nessie ou Nahuel não representam perigo. Mas o que Johan está fazendo é algo irresponsável e dá aos Voluri a desculpa que precisam. Temos que deter Johan e sua ação desenfreada antes que os Volturi o encontre. Não tenho certeza, mas acho que o artigo que li na internet com Nessie ainda a pouco, pode nos revelar algo _ disse Carlisle.
_ Mas antes de qualquer coisa, Nessie precisa ir para La Push, ficar com Jacob. Ele será essencial para mantê-la salva. _ a ideia de Alice caía como uma luva para mim e, claro, concordei na mesma hora. Mesmo sem ter entendido muito a parte de “Jacob ser essencial para me manter salva”. Faltava saber a decisão dos meus pais e do restante da família. Mas não foi preciso esperar muito para saber, papai tinha a resposta na ponta da língua...
_ Está fora de cogitação a ida de de Nessie para La Push. Não sei como pode ser mais seguro para ela ficar com Jacob, num lugar onde nós, vampiros, somos presença indesejadas.

Nota: Enquanto ninguém reclamar que não está gostando, continuaremos postando. Mas caso gostem, comentem. Gostaríamos de ouvir sua opinião

Confiram entrevista com um dos lobos da matilha de Lua Nova, Alex Meraz, que viverá Paul. Ele é do Arizona, tem 24 anos, é (snirf) casado e tem um filho. A matéria foi feita pela revista americana Little Gold Men.


Little Gold Men: Como você foi parar no elenco de Lua Nova?
Alex Meraz: Foi muito convencional. Eu soube numa manhã que tinham aberto uma audição e estavam procurando atores nativos. Me apresentei e, felizmente, consegui o papel. Uma das diretoras de elenco tinha um tipo de ligação nativo americano. Eu havia trabalhado em de seus filmes. Mandei pra ela minha fita original para o teste de elenco. Ela gostou, mas pensou que eu poderia fazer melhor. Então me trouxe para Los Angeles, e, depois de um tempo, finalmente consegui o papel.

LGM: Você viu o filme “Crepúsculo” primeiro?
Alex
: Não, eu não vi, mas depois que comecei no papel, comprei uma versão pirata e assistia enquanto fazia minhas atividades.

LGM: Qual cena você mais gostou de filmar?
Alex:
A do penhasco. Uma cena de mergulho. Foi a mais divertida, porque toda a matilha estava lá e nós fomos pulando de uns andaimes sobre um colchão de ar. Foi muito emocionante.

LGM: O que você fez durante o seu tempo livre no set?
Alex
: Treinávamos os outros exercícios. Taylor mostrava alguns movimentos e eu alguns dos meus. Gostávamos de praticar truques de artes marciais ... apenas passa-tempo! Tínhamos muito tempo. Isso é parte do que nossos personagens eram, de qualquer maneira. Supõe-se que sejamos brincalhões, amigáveis, como irmãos. Acho que todo mundo no set foi afetado por esse clima. Estávamos sempre ansiosos nos dias de filmagem da matilha... Era realmente animado. Eles sabiam que íamos trazer um tipo diferente de energia.

LGM: Você recebeu alguma orientação de qualquer um dos outros atores no set?
Alex
: Todos ali éramos atores. Ninguém estava indo ali para ensinar. Eu não tinha ninguém segurando minha mão quando fiz o teste. Fiz o meu trabalho, fiz o que tinha que fazer no filme. No demais, em relação ao que viria com tudo isso, com a fama e o filme, o diretor [Chris Weitz] e a Kristen [Stewart] me deram ótimos conselhos.

LGM: Você pode dizer que conselhos foram esses?
Alex:
Realmente não posso. Foi entre mim e eles.

LGM: É justo. Bem, você viu o filme pronto?
Alex:
Apenas cenas.

LGM: Como foi filmar o terceiro, Eclipse?
Alex:
Não houve a pressão do primeiro trabalho, quando eu estava tentando entender o personagem. É um presente. Me senti um pouco mais confortável com o que estava fazendo. Eu já conhecia o elenco, por isso foi muito mais fácil.

LGM: Muita coisa mudou desde que você começou a filmar os filmes de Twilight?
Alex:
Bem, eu tenho uma família muito mais agora! [Risos] Não sei, as pessoas dizem que, após o filme, as portas se abrem e as coisas realmente vão mudar. Estou recebendo um monte de convites reuniões com diretores e produtores realmente grandes, com pessoas que eu realmente admiro. É show. Os fãs são incríveis. Eles são os que realmente estão mudando tudo para cada ator.

LGM: Você tem milhares de seguidores no Twitter ...
Alex:
Eu sei! E eu só tenho minha conta no Twitter há uma semana e meia (na época da entrevista)! É muito legal. Na primeira semana ninguém acreditava que era eu, então eu tive que colocar uma foto minha, segurando meu nome. Foi muito ridículo, mas é muito legal saber que você tem realmente entusiasmados fãs que querem ouvir sobre o que você faz no dia-a-dia.

LGM: Como é agora ter toda essa atenção louca da imprensa?
Alex:
Eu tenho feito muito mais entrevistas. Eu estava um pouco mais intimidado, há cerca de quatro meses atrás, quando eu terminei Lua Nova, mas tenho feito entrevistas com mídias menores que vão ao tapete vermelho, nas estréias e coisas assim. Eu me acostumei com isso, eu chamo de minha “nova fase". Mas há alguns meses atrás eu era muito medroso. Foi chocante para mim. Agora é uma parte do que eu tenho que fazer.(...)

LGM: Você pronto para um jogo de palavras? Por favor me dê uma palavra que descreva alguns dos atores de Lua Nova, a partir dos integrantes da matilha. OK!

Bronson Pelletier [que interpreta "Jared"]: Ah, cara. [Risos] Piadista!
Kiowa Gordon [aka "Embry Call]: Perplexidade. [Risos] Ele sempre impulsiona as situações malucas que ... ele é muito jovem. Aos 19 anos eu não tinha essas coisas loucas. Quer dizer, eu tenho 24. Eu me considero um homem. Eu tenho uma esposa, um filho, e eu tive alguma experiência de vida prática. Jogaram o garoto lá, por isso é tudo novo para ele. Para mim, ele sempre tem essa perplexidade sobre ele.
Tyson Houseman ["Quil Ateara"]: Ele saberá o que isso significa: Vespa.
Taylor Lautner ["Jacob Black"]: Taylor! Leal.
Gil Birmingham ["Billy Black"]:Uma palavra é realmente difícil. Eu diria que ... intuitivo.
Chaske Spencer ["Sam Uley"]: Ah cara, o amo... Sabedoria.
Kristen Stewart ["Bella Swan"]: Ah, ela é impressionante. Eu diria “Foda”!
Rob Pattinson ["Edward Cullen"]: Paciente.

Matéria original em: www.vanityfair.com

Rob só sai do hotel para filmar e sempre rodeado de seguranças

Geeeentem!!! Parece que as “Twi-hards” estão causando problemas nas filmagens de “Eclipse”, em Vancouver, Canadá. Se der bobeira, os seguranças acham fã dentro da bagagem do elenco. Xiii, olha eu dando idéia... O pior de tudo é que, no final das contas, ao invés de colaborarem com o bom andamento dos trabalhos, os fãs “linha dura” estão atrapalhando. Tanto que estão sendo chamados de... a-bu-tres. É isso mesmo. Confiram matéria veiculada na revista francesa Eparsa:

“Com as filmagens altamente antecipadas de ‘Eclipse’, Robert Pattinson e outros integrantes do elenco do filme ficam definitivamente sob os holofotes constantes do público. Recentemente, uma fonte da Summit Entertainment revelou que os fãs, que foram apelidados de "abutres" e de “turistas malfeitores”, estão sempre tentando caçar alguém do elenco do filme que está sendo rodado em Vancouver, Canadá.

‘Não é só a mídia que tem invadido a privacidade do elenco de Twilight, é o mundo inteiro’, disse uma fonte, citada pelo canal E! Online. ‘Todos os chamam de abutres. A equipe odeia, odeia, odeia. Os abutres perseguem [o elenco], vasculham cada local definido e se escondem para registrar tudo, onde quer que estejamos fora do set. Tornou-se incontrolável.’
Como muitas pessoas estavam seguindo membros do elenco de ‘Eclipse’, as estrelas principais do filme, Robert Pattinson e Kristen Stewart, foram obrigados a permanecer em seus quartos de hotel. ‘É ruim. Literalmente, eles [Rob e Kristen] não têm escolha, a não ser ficar lá dentro’, afirmou a fonte.
‘Eclipse’ é a 3ª sequência da saga Twilight, está sendo dirigido por David Slade e está programado para ser lançado nos cinemas dos E.U.A em 30 de junho de 2010.

Matéria original em: www.eparsa.fr












How can I decide what's right,

when you're clouding up my mind?
I can't win your losing fight.
All the time.


Not gonna ever own what's mine,
when you're always taking sides?
But you won't take away my pride.
No, not this time... Not this time.

How did we get here,
When I used to know you so well?
how did we get here!?
Well, I think I know.


This truth is hiding in your eyes,
And it's hanging on your tongue.
Just boiling in my blood,

but you think that I can't see.


What kind of man that you are?

If you're a man at all.
Well, I will figure this one out
On my own...


I'm screaming "I love you so"...
But my thoughts you can't decode!


How did we get here,
when I used to know you so well?
Yeah, yeah
How did we get here!?
Well, I think I know.


Do you see what we've done?
We're gonna make such fools of ourselves.
Do you see what we've done?
We're gonna make such fools of ourselves.

(Yeah Yeah...oh oh, oh!)


How did we get here,
when I used to know you so well? Yeah! Yeah Yeahh!
Oh, how did we get here,
when I used to know you so well?

I think I know.
I think I know.


There is something I see in you.
It might kill me, I want it to be true.

Kirsten Proust será a vampira Lucy em "Eclipse"

O agente de Kirsten Prout confirmou ao E! Online que a a bela de 19 anos estará em "Eclipse", vivendo a vampira Lucy. Segundo David Slade - diretor do terceiro filme da saga Twilight -, o personagem de Prout, Lucy, é descrito como uma parte importante da história de Jasper Hale (Jackson Rathbone). Ela se junta a outra vampira chamado Maria, que será interpretada por Catalina Sandino Moreno, para construir um exército de sanguessugas. Infelizmente, Maria e Jasper irão matá-la, de modo que ela não estará no próximo filme "Breaking Dawn" (Amanhecer), que, ao que se sabe, será contado em 2 partes.
Kirsten Prout interpretou Abigail Miller em "Elektra", ao lado de Jennifer Garner. Ela também fez uma aparição em Sci-fi, série de TV; "Stargate SG-1" estrelando como Nesa, no episódio intitulado "Birthright". Além disso, a atriz está atualmente filmando com Amanda Bloom uma série da ABC, o drama "Kyle XY". Quanto a "Eclipse", cuja história gira em torno de Bella Swan, mais estará recheada de perigos envolvendo a jovem. Ela será forçado a escolher entre seu amor por Edward Cullen (Robert Pattinson) e sua amizade com Jacob Black (Taylor Lautner), sabendo que sua decisão tem potencial para inflamar uma luta entre vampiro e lobo. O filme está previsto para chegar aos cinemas dos E.U.A. em 30 de junho de 2010.
Leia matéria original em www.eparsa.fr

Catalina Sandino Moreno viverá a vampira Maria, que transforma Jasper

Na segunda-feira, o iTunes estreou uma cena de New Moon em que Bella Swan (Kristen Stewart) confronta Sam Uley (Chaske Spencer), Jared (Bronson Pelletier) e Paul (Alex Meraz). A cena reproduz o trecho do livro em que ela busca respostas sobre a mudança de comportamento de seu amigo Jacob Black (Lautner) depois que passou a conviver mais com eles. Em uma pequena mudança do livro de Stephenie Meyer, parece que é assim que ela descobre o segredo sagrado dos índios Quileutes, sobre os transmorfos. A cena não está legendada, mas só as imagens fazem a gente se arrepiar!

A Summit divulgou mais algumas fotos de cenas de Lua Nova. E Taylor Lautner está em todas. Dá-lhe Jacob Black! Confiram:



A repórter do Access Hollywood deixou Taylor Lautner envergonhado com uma antiga foto onde ele mostra seu abdômem. Tadiiiinho! Confiram:



Será por causa dessa foto? Comparando com a do lado (atual), a gente pode entender a reação.




Todo mundo quer uma carona no sucesso de Twilight. A última é que o rapper e produtor Timbaland quer ninguém menos que Kristen Stewart e Robert Pattinson em seu novo clipe, "Morning After Dark". Ele disse durante o show Justin Timberlake & Friends, da MTV, que quer os personagens de "Crepúsculo" e que está perto de conseguir. Leia mais: www.ego.glogo.com


Mais um dia
Será que Jack sente os mesmos desejos que eu? Se quisesse, poderia muito bem compartilhar meus pensamentos com ele. Bastaria um toque. Mas não tenho coragem. Apesar de toda essa história de imprinting, não sei bem o momento em que ele deixará de me olhar como criança para me olhar como mulher. Eu precisaria ter certeza de que essa mudança já aconteceu. Até então, eu apenas tenho a impressão de que ele corresponde meus sentimentos. É impressionante, mas Jacob, apesar de “mais velho”, às vezes é tão bobão e infantil. Não percebe o óbvio? Penso que a culpa é dos meus pais. Talvez se não estivessem sempre em cima da gente tomando conta, algo já tivesse acontecido.
Hoje não está sendo um bom dia. Talvez seja justamente porque Jacob resolveu visitar Billy em La Push. Parece que o pai de Jacob não anda muito bem de saúde. Apesar de a irmã dele estar lá, ele precisou ir pessoalmente ver como estão as coisas. Queria tê-lo acompanhado. Quem iria saber quem eu sou? Da última vez que me viram por aquelas bandas, eu tinha a aparência de uma menina de 5 anos. Além do mais, também estou preocupada com Billy. Mas nem meus pais e nem Jacob acharam muito seguro e blá, blá, blá... Essa superproteção, às vezes, é um exagero. Uma encheção de saco!
Adoro La Push. Acho lindo aquele lugar e as pessoas de lá. Antes de nos mudarmos, Jacob me levou para conhecer seu “habitat”. Fui muito bem recebida. Comi uns muffins deliciosos na casa de Emily, a mulher com marcas no rosto. Lembro-me dela apertando minha bochecha e dizendo que eu tinha os olhos e os cabelos de mamãe; e de Seth comentando que meu sorriso "torto" lembrava muito o de meu pai. Seth é surpreendente. Papai o adora!
Durante essa minha ida à La Push, tive a oportunidade de tocar Sam, amigo de Jacob, e mostrar-lhe o quanto eu e minha família éramos agradecidos a ele e aos outros rapazes que se juntaram a nós contra os Volturi. Senti, naquele momento, que se faltava alguma coisa para firmar aquela parceria entre os Cullen e os lobos, esse algo foi suprido.
De qualquer forma, desta vez eu não pude acompanhar Jacob e rever meus amigos de La Push. Tive que ficar aqui, com esse vazio no peito, suspirando pelos cantos. É assim que me sinto longe de Jake.
“Nessie?”, me chamou Carlisle, debruçado em seu notebook, olhando atento um site sobre genética, me despertando de meus pensamentos tão distantes. Vovô faz plantões no hospital público local à noite e durante o dia aproveita para estudar algumas doenças novas e entender outras antigas, que o homem ainda não conseguiu descobrir a cura. Apesar de não termos ligações genéticas, de alguma forma "herdei" esse desejo de cuidar das pessoas, tal como Carlisle. Aliás, eu trago um pouco de cada um da família em mim: o amor de Esme pelas pessoas, o jeito brincalhão e competitivo de Emmet, a vaidade – numa dose menor - de Rosalie, o carisma de Jasper e a delicadeza e vivacidade de Alice. Alice às vezes me lembra mais uma fada do que uma vampira. Adoro ir às compras com ela.
“Sim?” respondi ao chamado de Carlisle, interessada sobre o que ele traria de novo, desta vez, para o meu aprendizado.
“Veja que tipo interessante de cadeia genética”. Carlisle adora compartilhar comigo seus achados. Estou sempre tão sedenta de conhecimento. Fui imediatamente olhar a figura no notebook. Papai e mamãe estavam na faculdade naquele sábado, fazendo um trabalho em grupo. Apesar da idade real deles – principalmente a de papai –, os dois eram bem convincentes como um jovem casal apaixonados e muito dedicados aos estudos. Até porque era exatamente isso o que eram.
Se alguém tinha que representar bem aqui em casa, esse alguém era eu, pois para os humanos, eu era a irmã mais nova da minha mãe. Então, em público, eu tinha que me esforçar para não tratá-los como meus pais. Quanto aos meus tios, cresci chamando-os pelos nomes. Isso me poupou mais essa preocupação na presença de estranhos. Jasper e Emmet estavam cuidando de uns documentos novos naquele dia, num escritório de advocacia em Anchorage. Uma indicação de seu antigo contato em Por Angeles. Rosalie, estava dando uma verificada em sua mais nova aquisição: um Audi R8 vermelho. Vovó e Alice trabalhavam juntas em uns projetos de decoração.


Cris Weitz, diretor do segundo filme da saga Twilight, deu uma longa entrevista ao The Hollywood Reporter, na qual ele fala sobre seu trabalho em New Moon, sobre o elenco, a escritora Stephenie Meyer e da possibilidade dele dirigir a quarta produção, Breaking Dawn (Amanhecer). Traduzimos parte da matéria para você, confira:

“O diretor de "American Pie" e "About a Boy" não era a escolha óbvia para "New Moon", o segundo livro da série de Stephenie Meyer, romance vampiro adolescente, sucesso de bilheteria. Mas Chris Weitz, que também escreve e produz, com seu irmão Paul, havia feito uma adaptação, em 2007, do conto "A Bússola de Ouro" e sentiu uma conexão com o material. Em 20 de novembro (do mesmo ano), a "Twilight" - e a Summit Entertainment, que está lançando o filme – determinou que ele estava à altura da tarefa.

The Hollywood Reporter: Por que você quis fazer ‘Twilight’?

Chris Weitz: A essência do filme, que tem muito a ver com dor e saudade, depressão e encontros e êxtase, foram emoções que me cativaram. Eu realmente amei o elenco, Kristen (Stewart) e Rob (Pattinson) ambos são extremamente talentosos. E eu queria que tivesse o mesmo toque que dei a ‘O Jogo’. Havia um monte de coisas neste filme que eu sabia fazer: uma combinação de contar uma história baseada em caracteres, mas também o manejo dos efeitos especiais e o trabalhar com jovens atores.

THR: O quanto você interagiu com Stephenie Meyer?

Weitz: Muito. Nós tivemos uma colaboração muito boa. Essencialmente, ela me aprovou como diretor, e ela não precisava. Tivemos algumas discussões que foram muito importantes – Me convencendo de que ela não queria que fosse contada uma história que era contrária ao espírito do que ela estava tentando dizer. (...)

THR: Que tipo de sugestões que ela deu?

Weitz: Tenho os seus e-mails e recorria a ela quando sentia que estava à beira de errar em um detalhe, entre outras coisas, desde os poderes de um vampiro ao olhar de uma determinada cena ou o que ela imaginou sobre um determinado local. Ás vezes, quando sentia que eu estava criando algo novo dentro do quadro, certificava-me de que ela estava ciente disso e que não iria deixá-la doente.

THR: Por exemplo?

Weitz: Um bom exemplo é a sede dos Volturi. O mais velho vampiro da família vive na Itália, e foi importante para mim que não tivesse ao redor nada que cheirasse a qualquer outro filme de vampiros. Assim, os interiores foram feitas em um estilo renascentista clássico e são muito nítidos e muito brilhante, algo que você normalmente não esperaria de um filme de vampiros.

THR: Falando em Itália, como você lidou com o problema de o galã não estar na maior parte do livro?

Weitz: Existem dois galãs neste filme, não apenas Rob, há também Taylor Lautner. Partimos do ponto de que Edward estava longe. Os leitores do livro sabem disso e o apreciam. A história é sobre a perda e a dor, ele está presente como uma ausência. Bella está sempre pensando nele e é afetada por ele. Seu retorno para o filme é realmente poderoso e isto aconteceu por não ter milhões de cenas de retorno. E o meio do filme é sustentado pelo desempenho surpreendente de Kristen e Taylor, fazendo um trabalho lindo como seu melhor amigo. Há pessoas que não gostariam de ter mais nada do que duas horas de Rob Pattinson em pé lá, e eu simpatizo com esses. Mas eu acho que também vão apreciar tê-lo de volta depois do segundo ato.

THR: Então você não alterou a história de todo?

Weitz: Não. Nós não queremos forçar algo na história. Eu não alterei o visual da história, no sentido de que no livro o personagem de Kristen tem alucinações auditivas - ela ouve a sua voz - e nós construímos efeitos muito bonitos e sutis para que possamos vê-lo bem. Mas as breves aparições, são momentos impactantes. Uma parte do filme é sustentada por sua perda e o personagem de Taylor a traz de volta à vida.

THR: O quanto você interage com os “Twi-hards” (tietes-Twilight)?

Weitz: Muito pouco. Eu não tenho uma relação direta com os fãs, eu estava muito ocupado fazendo o filme. Mas eu meio que sinto como se cada pedaço de filmagem eu estivesse falando para os fãs de alguma forma. Eu só abordei os fãs diretamente duas vezes: no início, quando eu disse: "Não se preocupem, vou cuidar deste livro", e depois para esclarecer sobre um rumor louco de que todos os Volturi estavam nus na sua cena introdutória. Mas eu escutei o que eles tinham a dizer, checando a Internet. Eu não fiz muito isso enquanto estávamos filmando, porque eu não queria ficar balançado de uma forma ou de outra (...). Mas agora que o filme é completo, posso desfrutar apenas verificando em vários sites e vendo o que eles gostam.

THR: Qual é o seu blog "Twilight" favorito?

Weitz: Eu realmente não tenho um favorito. Todos os blogs são, de uma maneira muito agradável e não competitiva, a caça furtiva e a ligação a um ou outro material. Então, se algo está em um blog, é muito provável que esteja em um outro blog também. Eu acho ótimo que existem sites de fãs que não estão lá para ganhar dinheiro, mas para expressar entusiasmo por estes livros e os filmes e eles estão felizes em compartilhar informações um com outro.

THR: Baseado no sucesso do primeiro filme, as pessoas estão esperando um grande filme. Como você cria uma sensação de mega-produção quando não há um orçamento de mega-produção?

Weitz: O orçamento não é um grande orçamento, mas não tem que ser mesmo. Ele veio para ser muito eficiente com efeitos especiais. (...) Nós conseguimos tirar tudo o que poderíamos desta situação.

THR: É verdade que você tem uma oferta para dirigir o Twilight "quarto" do filme?

Weitz: Nenhuma proposta oficial foi feita. Os fãs ficaram entusiasmados com a filmagem e o trailer e ao estúdio que respondeu bem a essa repercussão sobre mim. Teremos que ver como as pessoas se sentem sobre o filme inteiro. Não só o estúdio, mas os fãs. Antes do veredicto está fora de cogitação eu ser o diretor 4. David Slade está fazendo um grande trabalho no terceiro filme, e quando acabar, ele será o favorito do momento.

THR: o que realmente aconteceu com a Rachelle Lefevre sendo substituídos por "Eclipse"?

Weitz: Eu não sei muito mais do que todos sabem sobre o motivo por que saiu. Acho que foi um conflito de agendamento. Eu me sinto muito mal por Rachelle, enquanto que, ao mesmo tempo, acho que Bryce (Dallas) Howard é uma atriz fantástica. Ela vai fazer um trabalho fantástico.

THR: Essa é uma resposta muito robótica. Você está recebendo treinamento?

Weitz: Não, eu acredito seriamente que Rachelle é muito boa e muito talentosa e este não é o fim do mundo para ela. Eu acho que ela teria continuado a ser uma grande “Victoria”, mas existem outros papéis em que ela vai ser fantástica.

Leia entrevista original em:http://www.hollywoodreporter.com

Encontramos uma entrevista antiga, feita pelo programa de TV americana E News, onde Robert, Kellan Lutz e Nikki Reed são entrevistados. A versão de Nikki sobre seus companheiros de elenco é bem interessante. Confiram:


Hello, Peter!

Fãs de Peter Facinelli (Hello, Mary), não esqueçam de respirar depois de ver o vídeo!

E as filmagens de Eclipse coontinuam. Ontem o diretor David Slade fez um comentário no Twitter a respeito: "Primeiro dia de filmagens na casa dos Cullen, é a primeira vez no dia que conseguimos filmar mais que o programado". Wow! Filmagem na casa dos nosso vampiros lindos? Terá sido a cena de Bella e Edward naquele momento quentíssimo, na cama king size que ele comprou especialmente para ela? Recordam o trecho do livro? Relembrem:

"(...) Sua mão envolveu meu cotovelo, movendo-se bem devagar por meu braço, por minhas costelas e em volta de minha cintura, acompanhando meu quadril e descendo por minha perna, contornando meu joelho. Ele parou ali, a mão enroscando-se na panturrilha. De repente ele puxou minha perna, enganchando-a em seu quadri (...)" (Capítulo 8, pág. 140). Ops, fiquei sem ar...

A atriz Ashley Greene, a Alice da saga Twilight, que recentemente foi capa da revista Saturday Night, disse à E! Online que eles vão começar a filmar direto Breaking Dawn (Amanhecer), logo após terminarem as filmagens de Eclipse. Rob Patzz já havia confirmado essa informação várias vezes em outras entrevistas. Essa é a decisão mais acertada dos produtores, já que Rob, atualmente com 23 anos, não passará por um jovem de 17 anos durante muito tempo.
Quanto ao diretor para o 4 filmes, Ashley não acha que vá haver repetição: "Eu não penso assim.[O diretor de Eclipse] David [Slade] e [Novo diretor de New Moon] Chris [Weitz] estarão tão ocupados com pós-produção, e Catherine [Hardwicke] vai fazer Hamlet", disse Ashley, que acabou de estrelar um ensaio sensual na edição de novembro da revista "Men's Fitness". Em entrevista à publicação masculina,ela contou o que acha sexy em um homem. "Eu passo por um milhão de caras bonitos na rua, mas a maioria não é sexy. Ser sexy é ser intrigante e misterioso, e não se revelar logo de cara. Esse é o tipo de cara que eu quero estar perto." . Tipo assim... um Edward? Concordamos!


 

...