Viagem com os Volturi
Segui Marcus e Caius por uma porta lateral que dava direto a um elevador particular. Esse elevador subiu alguns metros e nos deixou no interior de uma espécie de galpão, onde já havia um carro nos esperando. Uma bela limousine preta, com todos os vidros escuros. Achei estranho ver Chelsea lá, segurando a porta de trás aberta para nós. Afinal, pelo que sabia, ela era uma das mais fiéis à Aro e a que tinha o dom de manter as pessoas leais a ele. Por que ela não estava com Aro? Por que não utilizava seu dom agora? De qualquer forma, vê-la ali me deixou mais tranquila, pois, assim, Alice e Jasper estariam mais seguros nesse encontro com Aro. Sem a interferência do dom de Chlesea, eles não corriam o risco de serem seduzidos por qualquer proposta de se juntar aos Volturi.
Entramos no carro. Eu primeiro. Ao menos Caius e Marcus eram cavalheiros. Me acomodei no banco de costas para o motorista, enquanto que eles sentaram-se no banco de frente para mim, cada qual de um lado da janela. O carro era todo acarpetado por dentro, com os bancos de couro, na cor marfim. Chelsea foi na frente com o motorista, um humano alto, de cabelos pretos e forte sotaque do norte da Itália.
_ Já sabe o destino não é? _ perguntou Marcus ao motorista, através de um comunicador, apertando um dos botões num painel localizado na porta.
A resposta veio através de uma pequena caixa de som embutida no teto do carro.
_ Sissignore. Porto de Piombino.
_ O barco já está preparado?
_ Sissignore. La barca che li porterà Olbia è già in attesa ("O barco que os levará para Obia já está à espera")
Antes do carro sair, uma música clássica invadiu o ambiente: Bolero de Ravel, de Maurice Ravel. Mais outras tantas, principalmente composições de Händel, Mozart, Bach e Verdi nos acompanharam até nosso primeiro destino. Caius parecia uma estátua, sentado, de pernas cruzadas, com olhar fixo na paisagem. Marcus não parecia muito diferente, mas, de vez em quando, se mostrava tocado por algumas músicas. Por alguns minutos, ele fechava os olhos e parecia viajar na melodia, enquanto acompanhava, discretamente, cada nota com uma das mãos, como um maestro regendo a orquestra. Fora isso, nenhum dos dois trocou qualquer palavra entre eles ou comigo. A viagem até o Porto de Piombino durou uns 40 minutos. Logo que o carro parou, a porta novamente foi aberta para nós por Chelsea. A escuridão ainda tomava conta da madrugada italiana. Meu relógio marcava 5h da manhã. Um mini-iate prata, maravilhoso, que mais lembrava uma nave espacial, nos aguardava num dos piers. Dentro, havia um Lamburguini da mesma cor do barco, estacionado, numa espécie de garagem. O piloto do barco nos recebeu. Também era um humano. Nos acomodamos no interior da embarcação e fomos comunicados que a viagem até Olbia levaria umas duas horas. "É, mais uma overdose de nada pra fazer", pensei comigo mesma. Ao menos a vista ajudaria. Eu adorava apreciar o mar.
Após uma hora no mar, com aquele mini-iate quase voando por cima das águas, vi o lindo raiar do dia. O sol começava a brilhar no horizonte. Olhando aquele maravilhoso show da natureza, comecei a divagar, lembrando-me de La Push e, consequentemente, de Jake! Eu já estava morrendo de saudades do meu lobo. Meus pensamentos foram interrompidos por meus reflexos, prontos para pegar um casaco que voou em minha direção, jogado por Chelsea.
_ Vista. Não queremos chegar no porto chamando mais atenção do que já chamamos _ ordenou Marcus.
O casaco com capuz seria providencial para estar na ensolarada Sardenha para um vampiro puro, mas não era o meu caso. Joguei o casaco de volta, informando:
_ Achei que soubessem mais sobre minha espécie. Não brilho ao sol como vocês. 
_ Bom pra você. _ respondeu Chelsea, segurando o casaco de volta, com o mesmo reflexo que eu.
Chelsea vestiu sua túnica preta com capuz, assim como Marcus e Caius. Aquelas figuras não passariam despercebidas com aquela indumentária. Mas certamente chamariam muito mais atenção sem elas.
Mais uma hora de viagem e pude avistar o porto de Olbia. Meu coração acelerou de felicidade ao me deparar com a imagem de três homens que reconheci imediatamente. Eram Jacob, Sam e Carlisle que, mesmo de casaco, boné e óculos escuros, me era inconfundível.
_ Parece que temos um comitê de recepção nos aguardando _ disse Marcus, olhando para mim.
_ Espero que não tenhamos surpresas desagradáveis _ disse um desconfiado Caius.
_ São meu avô Carlisle e dois amigos.
_ Os transmorfos. _ completou Marcus. _ E os outros, onde estão?
_ Também gostaria de saber _ respondi.
Meu coração estava quase saltando pela boca ao ver Jacob lá, andando impaciente de um lado para outro, quase pulando na água pra me encontrar. Confesso que a minha vontade era fazer o mesmo. Sem me dar conta, congelei um sorriso bobo no rosto, logo percebido por Marcus.
_ Interessante essa força que une você àquele menino-lobo. Poucas vezes vi algo tão intenso entre duas pessoas.
Suas palavras me encabularam e, ao mesmo tempo, me deixaram feliz. Eu já havia até esquecido do dom de Marcus, de poder sentir a intensidade de relacionamentos. Sem saber direito o que dizer, apenas respondi.
_ É, eu e Jacob nos amamos muito mesmo.
Em pensamento completei: "...e não vejo a hora de poder abraçá-lo, de sentir o seu corpo bem juntinho ao meu."

16 comentários:

  1. Anônimo disse...

    Nayara:Amei.Porque sera vampiros só existem na ficção?
    Se vampiros existissem concerteza lobos existiriam também.Mais uma vez,sexta tem que chegar logo.  

  2. Monica Marinho disse...

    Hahahah! Tb acho lamentável q não existam, Nayara. Mas só deveriam existir os legais, tipo os Cullen e os transmorfos de La Push... hehehe! Lindos e do bem.  

  3. Aline disse...

    Monica, porque a 50ª parte não esta aparecendo no indice ?  

  4. Nathy_bells disse...

    Quero dar uma voltinha nesse iate ... pode? Mais tbm quero ser recepcionada por esse maravilhosos "homens" hihi  

  5. Monica Marinho disse...

    Oi Aline! Foi mal aê! Agora tá no índice! =) Bjks!  

  6. Monica Marinho disse...

    Olha Nathy, eu tb queroooo! Qdo vi esse mini-iate eu disse: "É esse!" Hahahahahahah!  

  7. Rayanne Oliveira disse...

    Oh sexta-feira q nao chega logo!toh louca para ler.Monica só nao gostei de uma coisa:O capitulo tah muito pequeno.eita q a CURIOSIDADE ainda me mata.kkk  

  8. Anônimo disse...

    Mônica! ADOREI o capitulo! Você arrasou! Mas a cada novo capitulo fico triste ao saber que a fic está chegando ao fim... Beijos, Arianne.  

  9. Karine Sian disse...

    Ainnnnnnnnn *--* To adorando a história, e curiosa pra saber o q a Nessie contou de tão cabuloso prakeles 2. Posta logo!! *--* Bjo e parabéns pelo fic.  

  10. Anônimo disse...

    Moônica paranbens... Ontem achei seu blogue e ja toda a hitoria até aqui... e tenho certeza q cmo eu .. varias meninas estã apaixonadas e ao mesmo tempo triste por estar acabando... Mais apesar disso agradeçemos.. por nos dar mais este gostinho... foi muito bom .. paranbens mesmo..  

  11. Anônimo disse...

    Sou sua mais nova aliada nessa história! caramba vc escreve super bem! adorei todos os seu capitulos,só quero saber se tem mais! quero ler mais, muitos bjs até mais  

  12. Monica Marinho disse...

    Olá nova aliada!!! hahahah! Que bom que vc está gostando. Seja bem-vinda! Sm, tem mais. Posto um novo capítulo a cada sexta-feira. Já estamos na reta final da história.
    Valeu pelo incentivo! Bjksss!  

  13. Leh!!(blog) disse...

    Tô triste!!!
    Mô, vou ficar off por uns tempos até o meu pc prestar(se ele prestar)
    Foi muito legal hoje o post!!
    Saudades!!
    bjs!1  

  14. Monica Marinho disse...

    Não fica triste Leh! Vai dar tudo certo com o seu PC! Pensamento positivo! Bjks!  

  15. jusara disse...

    oi,mônica!uff" estou passando mal... de curiosidade esse capitulo esquentou legal, bom, ele está entre o medo, adúvida,a curiosidade e principalmente entre o suspense e isso deu uma apimentada melhor, nos deixando com água na boca e com gostinho de quero mais ...amiga plis!!! não demora para postar o proscimo capitulo. Bjos da sua amiga jusara  

  16. Tammy disse...

    Spam: Último capítulo da fanfic Lágrimas de Sangue
    e capítulo 8 da fanfic Esmeralda postado.  


 

...