Impasse
_ Bem, estávamos falando sobre o que mesmo? _ desconversou Aro, sinicamente _ Ah, sim, Marcus estava desfiando seu rosário de lamentações.
_ Aro, não pense que vai me tirar do sério e me fazer perder a razão. São séculos convivendo ao seu lado. Conheço bem suas artimanhas. Tentar minimizar sua culpa, referindo-se a ela como se fosse um incidente lamentável, vai ser em vão _ manteve-se Marcus firme em seus argumentos.
_ Se alguém está tentando algo aqui, esse alguém é você: colocar todos contra mim para tomar meu lugar.
_ Não deturpe as coisas, Aro.
_  Não estou deturpando! Sua aproximação de Chelsea, por exemplo, foi muito conveniente. Principalmente porque você sabia que ela sempre foi um dos meus principais trunfos.
_ Sim, sei. A usava para que me mantivesse preso a uma lealdade involuntária. E nossa aproximação não foi por conveniência, mas não preciso ficar me justificando, pois é você que tem que dar explicações aqui.  
_ Você pode não querer se justificar, mas eu gostaria de saber o que Chelsea tem a dizer, afinal, seu irmão foi morto por essas criaturas peludas, naquela malfadada missão comandada por Flávio em La Push. O certo seria, hoje, você estar aqui vingando a morte de Afton e não aliada aos seus algozes.
_ Ela não precisa... _ iniciou Marcos em defesa da vampira, mas ela o interrompeu.
_ Pode deixar Marcus... Nunca foi minha intenção traí-lo, senhor, mas há coisas sobre as quais não temos domínio e uma delas são nossos sentimentos. Confesso que meu amor por Marcus não é de hoje. É irônico mas, logo eu, que sempre fui responsável por manipular o sentimento das pessoas, não fui capaz de ter domínio sobre os meus. Se estou aqui, é por uma única razão: apoiar Marcus, ainda que pra isso eu tenha que estar do lado de quem não tenho o menor apreço (referiu-se à Jake e sua matilha). A morte de Afton bastaria para querer vingança. Mas os sentimentos que me movem são mais fortes...
Aro, do alto de sua sagacidade, não deixou que Chelsea fosse mais longe na sua tocante declaração. Com um sorriso irônico estampado na cara e as mãos entrelaçadas, fez-se de emocionado com as palavras de sua ex-aliada.
_ Lindo, lindo! E poderia ser mais lindo se tanto amor fosse correspondido. Até hoje Marcus sofre com a morte de Didyme. Desde que minha querida irmã se foi, seu coração se fechou. 
_ Chelsea sabe muito bem o que se passa no meu coração, não precisa de você para traduzi-lo, Aro. E quanto a morte de Didyme, sua "querida irmã", saiba que é algo pelo qual você dará conta. Tenha certeza disso.
_ Oh, quanto ressentimento por algo que foi feito para o seu próprio benefício, Marcus. Aliás, é só o que tenho feito pela soberania Volturi todos esses séculos. Veja Jane e Alec! Acabei com um vilarejo inteiro porque vi neles um grande potencial. A transformação não era para ter ocorrido tão cedo, os queria mais adultos, mas aquela gente tinha que se meter? Fui obrigado a matá-los, antes que os ignorantes queimassem meus pupilos por bruxaria. E o que adiantou? Criei cobras para me morder.  Hoje estão aqui contra mim _ lançou ele a chantagem emocional. 
Estava claro o que Aro tentava fazer. Ele queria criar empatias a seu favor com todas aquelas histórias sobre Chelsea, Jane e Alec. Mas seus tiros pareciam sair pela culatra.
_ Apenas cumprimos ordens, senhor! Marcus e Caius foram unânimes em sua ordenança e as cumprimos, sem qualquer passionalidade. Eu e meu irmão temos perfeita noção sobre tudo o que fez por nós, mas após séculos ao lado dos senhores, aprendemos muita coisa, principalmente que o ideal Volturi está acima das pessoas. Estaremos do lado de quem estiver no comando _ declarou Jane, sem demonstrar qualquer emoção. 
_ Faço minhas as palavras da minha irmã _ pontificou Alec.
Era nítido que Aro estava  começando a se preocupar com a debandada Volturi. Sua expressão de segurança e altivez começava a dar lugar a uma visível insegurança, camuflada pelo falso sorriso que procurava manter no rosto.
_ E vocês, Félix e Demetri, são da mesma opinião de Alec e Jane? Pergunto porque sempre me foram tão leais que confesso ter me surpreendido ao vê-los aqui.
_ Também seguimos ordens, senhor, apenas isso. Perdoe-nos se o decepcionamos, mas fomos treinados para ser leias aos ideais Volturi, como bem colocou Jane _ respondeu Félix.
_ Se bem que nossos serviços já não pareciam tão relevantes assim, depois da aquisição de Flávio. Fomos postos de lado na maioria das missões importantes _ aproveitou Demetri, despejando sua insatisfação.
_ Ora Demetri, Flávio já é morto. E eu precisava testá-lo, por isso o enviava nas principais missões. Não tome isso como demérito, meu caro _ replicou Aro.
Nossa atenção foi quebrada pela chegada de Angelina, Emmet e Rosalie com o bebê no colo. Nem sinal de Heidi. Aliás, olhando por cima da copa das árvores, pudemos ver, ao longe, uma fumaça acinzentada subindo, deixando claro qual havia sido o destino da vampirona. Nina, imediatamente, correu em direção à Rosalie e pegou seu bebê imortal. Ao levantá-lo nos braços, soltou um urro de dor ou raiva, ao constatar e evidenciar a todos o que havia acontecido. A criança estava sem os braços.
_ Vocês disseram que protegeriam meu Gabriel! _ esbravejou Nina, agarrada ao pequeno vampiro.
_ Não esperávamos a chegada daquela vampira. Ela foi rápida demais. _ tentou explicar-se Rosalie.
_ Quando vimos ela já havia pegado o bebê. Mas trouxemos os bracinhos. Dá pra costurá-lo de volta. Papai faz isso com perfeição. _ complementou Angelina, entregando-lhe os membros decepados.
_ Se te serve de consolo, a vampira que fez isso aí era rápida, mas não era párea para nós. Demos um jeito nela _ avisou Emmet.
_ Menos uma. _ lamentou-se Aro, como num pensamento alto que acabara de escapulir.
_ Você está cada vez com menos cartas nas mangas, meu irmão. Assim vai ficar difícil apoiá-lo _ disse Caius, sem o menos pudor, deixando Aro irritado.
_ Ora, Cale-se Caius. A história aqui não precisa ter perdedores. Pra isso existe o diálogo. 
_ Não há o que dialogar com você, Aro. Independente do que qualquer um aqui decida, eu sei bem qual é a minha intenção em relação a você. Minha missão aqui, hoje, é apenas uma, e não pretendo sair sem cumpri-la _ desabafou Johan.
_ Não me subestime, meu caro! Não se deixe enganar pelas aparências. _ blefou Aro _ Aliás, devia me agradecer por não ter matado Nina, como era a vontade de Marcus e Caius.
_ Como era nossa vontade, não, como manda a lei Volturi. _ corrigiu Marcus.
_ Agradecer? Você a manteve escondida todo esse tempo. Pra quê? Por quê? _ insistiu Johan, esperando uma resposta de Aro, mas a revelação veio de Nina.
_ Por que precisava dos meus poderes. Cheguei a acompanhar o tal de Flávio em várias missões, provavelmente algumas tinham relação com você, Johan, mas eu não sabia, não podia ter acesso a detalhes. A cada missão meu filho ficava sob a guarda de Heidi e Renata, que só o devolviam depois de confirmarem o sucesso da operação.
_ Aro usava a criança para mantê-la sob seu domínio. Por isso a deixou ficar com ele. Sabia que você faria qualquer coisa para tê-lo e, depois, para mantê-lo protegido. _ concluiu Johan.
_ Eu sei. E mesmo sabendo que você estava por aí, não podia me revelar. Mesmo porque a informação que me passaram era que você me abandonara. Além disso, eu era... ou melhor... sou uma transgressora das leis vampíricas. Mas não posso mais viver sem meu bebê imortal _ confessou Nina, agarrada àquele que considerava seu filho.
_ Ela queria o bebê e eu a queria. Foi apenas uma troca _ tentou Aro, sem sucesso, tirar a importância da situação.
_ E por que eu não sabia disso? Por que só agora estou tomando conhecimento dessas informações. _ questionou Sulpícia.
_ Não queria importuná-la com esses assuntos chatos, de trabalho, meu amor. Pra que cansar sua beleza com esses pormenores? Por favor, Sulpícia, não complique mais as coisas! _ desconversou Aro, driblando as perguntas de sua esposa.
_ Sinto lhe informar Aro, mas você é tão transgressor quanto Nina, por manter um bebê imortal. E você sabe bem qual a punição _ informou Marcus.
_ Você não decide nada sozinho. Caius tem que estar de acordo _ mandou Aro, em vão.
_ Lei é lei, não é mesmo meu irmão? Lamento! _ respondeu Caius, friamente, deixando Aro sem saída.
_ E testemunhas não faltam aqui pra confirmar seu dolo, além da prova do crime estar bem à nossa frente, apesar da sua tentativa de se livrar dele _ complementou Carlisle, referindo-se ao bebê imortal.
_ Eu sancionei esta lei e eu a revogo. Além do mais, se fosse para cumpri-la, Nina teria que pagar também, assim como o bebê. Afinal, como disse Caius: lei é lei. É o que você quer Johan? _ apelou Aro.
_ De jeito nenhum. Ninguém encosta em Nina _ pôs-se Johan à frente de sua amada.
_ E nem no Gabriel _ avisou Nina, protegendo seu pequeno ser.
_ Então, ou a lei é revogada, fica o dito pelo não dito e vamos todos embora como se nada tivesse acontecido, ou teremos um impasse aqui. Além do mais, se algo me acontecer, um certo vampiro louro com sobrenome Cullen também morre. Basta eu apertar uma tecla deste celular _ ameaçou Aro, exibindo o aparelho, e colocando em cheque não apenas a vida de Nina como também a de Jasper. Nesse momento, Alice se mostrou aflita e suplicou.
_ Não! Isso não vai acontecer!
_ Não adianta me mostrar acontecimentos que ainda não se concretizaram, Alice. Você tem um dom maravilhoso, mas sabe que mudanças de decisões repentinas podem transformar todo o futuro. _ lembrou Aro.
A questão havia sido levantada. Estava nas mãos de Marcus e Caius resolvê-la. Para nós, os Cullen, ter Aro fora do caminho era o ideal e, ao meu ver, o mais justo. Mas tínhamos Alice e Jasper em seu poder, e isso nos deixava com as mãos atadas.

30 comentários:

  1. Anônimo disse...

    Ehhhh!!!!! Primeira da lista!!!!!!!!
    Aro imbecil... Merece morrer...mais a nina e o jasper tem que ficar vivos, a familia cullen sem ele fica com um buraco, e a maravilhosa alice morreria sem ele...
    Ai que RAIVA desse idiota!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Monica vc me deixou nervosa por causa desse individuo...
    Bjusss Polly  

  2. Anônimo disse...

    Vc escreveu:'...Nina já havia pego o bebe...'
    O certo é PEGADO...
    Bjusss Polly  

  3. Monica Marinho disse...

    Você tem toda razão, Polly, o verbo. Na verdade, você pode usar as duas formas: "pego" (forma irregular) ou "pegado" (forma regular), só vai depender do verbo auxiliar que vem antes.
    Os regulares são usadas com os verbos auxiliares TER e HAVER.
    Os Irregulares são usadas com os verbos auxiliares SER e ESTAR.
    Então, o certo é dizer que "Nina havia pegado".
    Esse é um tipo de regra que realmente deixa muita gente em dúvida. Valeu pelo toque. Sempre que achar algo estranho, seja ortográfica ou gramaticalmente, fala mesmo, pois algumas vezes acabo deixando passar uma coisa ou outra, como foi aí o caso. Já estou corrigindo no texto.
    Bjão lindaaa!!!!  

  4. Lidia disse...

    Esse é meu primeiro comentário sobre essa históia.. tipoh assim.. ADOREI !!!!!... Comecei à le-la a uma semana e é muito ruim esperar pelos capitulos novos... achei essa pq estava muito triste pois estava lendo sol ardente e eles não postam mais e echei vc..rsss e oq me deixa aliviada é q continuas escrevendo..hehehe ... Parabéns pela imaginação.... Mas vc vai ter que explicar pq Alice se permitiu isso???? Rssss... Na história é claro... bjossssss fuiiii!!!!!!  

  5. Anônimo disse...

    eu adoro seus textos são tão cheios de emoção  

  6. Monica Marinho disse...

    Valeu, Lídia!!! Bem vinda à "tchurma"! Bem, eu tb quero boas explicações da Alice...Hahahahah! Bem, na vdd, ela vinha desde o início acertando todas as suas previsões, mas eu quis evidenciar a falha q há em seu dom. Afinal, o futuro ser tão previsível me assusta, e acho legal qdo Stephenie Meyer explica q as visões de Alice podem falhar, no caso de decisões repentinas e atos espontâneos, não programados anteriormente. Isso mostra q não somos meras marionetes nas mãos do destinos, com tuduuudo predestinado. Sinal que temos escolhas.
    Bjks!  

  7. Thwin_BDB Fotos e Livros Twilight VA disse...

    Meu Deus...vamos acabar com Aro...esta lei pode ser revogada depois que ele morrer...mas também podemos acabar com Johan e o bebê imortal, o que será dele?
    Jasper vai fugir antes que Aro possa apertar qualquer tecla...please, Jasper não pode morrer...seria o fim de Alice...

    Mô, eu quero esta fic publicada...é originálissima...e espetacular...  

  8. Monica Marinho disse...

    Ai, Ci, é o que mais quero, publicar a fic e enviar um exemplar pra cada uma de vcs. Essa uma das minhas metas p/ 2011.
    E esse história tb tá me deixando sem unhaaaaass! Hahahahahahah!  

  9. Nathy_bells disse...

    Eu acho que a lei deveria ser revogada mais ai os Volturi voltarem uma outra lei para punir apenas o ARO ... to louca para ver ele torrar no fogo do inferno haahuahauhau nunca gostei dele msm RUM ...
    E tadinho do bebê Mo deixa ele sem braços ... tomara que o Carlisle ajude na recuperação tbm  

  10. jusara disse...

    0i amiga! sabia que te acho linda !estando grávida deve ser mais linda ainda, bom quase acabei com todas as minhas unhas .Mais que sufoco em ,ah , o Aro não pode sair bem nessa não . Bom como foi uma traição dele para com os irmãos,eu acho que ele teria que ser punido pelas atuações que foram feitas sem o consentimento dos seus irmão ou seja para os seus próprios méritos ,inclusive pela usurpação da vida da vampira nina , olhando desta forma o crime dele se torna maior do que o da nina, que só veio a fazer a sua vontade ,para assim poder manter vivo o seu bebe vampiro. como eu confio na sua intuição sei que Aro terá um fim , da forma que ele merece e Nina ,o Bebe,Allice e Jasper sairão bem nessa... bjinhos dessa sua amiga que te admira ... e mais uma vez
    eu te desejo do fundo do meu coração, que você tenho um santo e próspero Ano Novo Deus te abençoe sempre  

  11. Anônimo disse...

    Quando tem mais capitulo??????
    Quero saber o que vai acontecer!!!
    Monica vc faz melhor que novela...
    nao tem um capitulo sem suspense...
    Eu fico muito brava com vc por isso...Sua feia...(brincadeirinha)rsrsrsrs
    Bjinhusss!!!! Polly  

  12. Leh disse...

    Caraca Mônica
    coitada da Alice(e do Jasper principalmente)
    to curiosissiiimaaa!!!
    bjs!!!  

  13. Soraya disse...

    OI,Polly!É divertido ser a primeira!Né?
    HAhahahahahaha!
    E também estou louca para saber o q vai acontecer.bjs

    Mônicaaaaaaa,linda,obrigada!Estou feliz pois paramos na emergencia a tempo e agora minha mãe está bem medicada e fora de perigo.
    Mô,sobre o futuro penso de forma semelhante(sobre a questão da ALICE)...Amo saber q o meu futuro a DEUS pertence e q a escolha final é sempre minha.
    E vc percebeu q TOOOOOOOOOOOOOOOOOODOS querem uma cópia...Legal,né?
    E chegou gente nova q MARAVILHA!!!!
    Sabe Lídia,fico muito feliz de teclar com mais pessoas q gostam da saga,pois onde moro ninguem gosta de ler...rsrs...SOU E.T.
    Então...SEJA BEM-VINDA!!!!VIVA!!

    AGORA...Mô,q loucura o ARO É esperto.O lema dele é"eu vou mais levo muitos comigo"...(risos)
    Bem...preciso voltar ao trabalho.
    To realmente viciada...
    Bjs,depois comento mais.Tchau!!  

  14. Soraya disse...

    Pessoal,esqueci de comentar:"Quem viu o filme Crepúsculo ontem na Globo?
    Q horrível!!!
    A dublagem destruiu todo o filme.
    Trocou Alice por Élice;Edward por Eduardo;Fora o nome da práiaaaa.
    E as gírias brasileiras no filme.
    HAhahahaha!!!!!!Ridídulo!!!!!
    AH!Sinceramente...Temos q ser fiel ao original.
    bjs,tchau  

  15. Anônimo disse...

    Soraya vc leu meus pensamentos...rsrsrsrsrs
    Ia mesmo perguntar isso...Que horror, fora a troca de palavras eles danificaram totalmente as vozes...
    Acho que eles queriam fazer com que qeum gostasse do filme mudasse a opiniao, mais eles so fizeram a caveirinha deles proprios...
    bjusss Polly  

  16. Anônimo disse...

    Nayara:Muito Legal,a cada postagem a historia fica mais legal.Desculpa se não postei mais sedo,é que uma amiga de escola morreu e eu to triste:c.Beijos  

  17. Soraya disse...

    Querida Nayara,
    Sei como vc deve tá se sentindo.Pois tenho um amigo q também morreu.Ele tirou a própria vida com chumbinho.
    Muito triste.Ele só tinha 25 anos.

    Bem...nem sei oq te dizer.Porque ñ existe palavras q alcance a tristeza q a gente sente ao perceber q nunca mais vai ver aquela pessoa.

    Então recebe o meu abraço apertado.
    Bjs  

  18. Anônimo disse...

    Feliz Ano novo pra todos!!!!!
    Bjusss Polly  

  19. Brúh - Ana Lú (: disse...

    Cadê o próximo capítulo?? Já estou ficando doida!!!!!!Quero muito saber o que vai acontecer!
    bjss  

  20. Monica Marinho disse...

    Nayara, força pra ti. Bjs!  

  21. Monica Marinho disse...

    Meninas, tenham calma, tô fora de casa, mas ainda essa semana tem capítulo novo. Bjksss!!!  

  22. Monica Marinho disse...

    Brigadão Polly!!!! Deus abençoe muito o seu 2011 tb, fanpire!  

  23. Anônimo disse...

    Ooooi Mônica! É a Paula, lembra de mim? Hahaha. Gostaria de dizer que sua fanfic me conquista mais a cada dia, e que está tudo maravilhoso! Feliz 2011 para você e sua família!  

  24. Anônimo disse...

    Ooooi Mônica! É a Paula, lembra de mim? Hahaha. Gostaria de dizer que sua fanfic me conquista mais a cada dia, e que está tudo maravilhoso! Feliz 2011 para você e sua família!  

  25. Anônimo disse...

    pessoal esta otima a historia,mas jah faz 5 dias e eu estou louca pra ler a continuação .
    coitado do jasper preço e a alice tadinha ....
    por favor postem logo o novo capitulo
    amo vcs  

  26. Anônimo disse...

    Oh Monica vc tá me deixando mt nervosa... Qro mais capitulo!!!!!
    **Gente algpeum já leu: O MORRO DOS VENTOS UIVANTES, OU DIÁRIOS DO VAMPIRO????
    Bjusss Polly  

  27. Siglia cristina disse...

    Estou tentando acompanhar a fanfic é meio grande não? legal.
    tenho uma também "ESTRELA CADENTE" MEU xodó.  

  28. Soraya disse...

    Polly,amore,vi a série na tv.Mas confesso q gosto mais do irmão mau...rsrs.
    Sabe qual q li e me surpreendeu?o livro novo da stef"A HOSPEDEIRA".Começa um pouco chatinho,mas depois...caramba vc ñ consegui mais parar de ler.
    É ótimo.bjs.

    Mônica,cadê o novo capítulo???????
    Estamos com os olhos negros de curiosidade....Hahahahaha!!!!
    Precisamos nos alimentar.
    BJS  

  29. Monica Marinho disse...

    Oi Siglia, na verdade a fic acabou se transformando em um seriado. Hahahahahah! Mas o tamanho da história foi involuntário, não foi proposital. A história tomou vida própria e acabou chegando onde chegou. O período q está no ar é q foi culpa minha msm. Só tinha tempo de postar às sextas-feiras. Mas agora já tá no final. Sco q semana q vem já teremos um fim. Snirf! =(  

  30. Monica Marinho disse...

    Polly, Soraya, Nayara... galeraaaaa, a parte 62 já tá no blog.  


 

...