Fogo e gelo num só
No dia seguinte, estávamos em alto mar, rumo ao norte.
_ Qual o nosso destino? _ perguntei enquanto degustávamos o nosso café da manhã: ovos mexidos com bacon, suco de laranja e frutas. A despensa estava cheia, assim como a geladeira.
_ Acapulco. Conhece?
_ Não. Que legal! Aliás, nunca estive no México, se quer saber.
_ Vamos beirando a costa até chegarmos lá. Sempre tive vontade de conhecer. Vai ser melhor ainda agora, com você.
Após nosso delicioso breakfast, ancoramos e fizemos o que havíamos proposto no dia anterior. Foi maravilhoso. Experimentamos fazer amor debaixo d´água, Repetimos a dose outras vezes durante a viagem, inclusive com plateia: golfinhos nos rodearam enquanto descobríamos mais um do outro. Uma das gratas surpresas em relação a Jake foi sua super habilidade com a língua. Sen-sa-cio-nal!
Nossa estadia em Acapulco foi bem divertida. Conhecemos praias maravilhosas e o povo mexicano é bem animado. Inclusive, numa noite, encontramos os nômades Peter e Charlotte, amigos de Jasper. Estavam voltando do Brasil, de uma visita ao clã das amazonenses. Ficaram muito amigos, desde o encontro em nossa antiga casa, em Forks.
Curtimos 15 dias de lua-de-mel e retornamos. Eu estava muito preguiçosa, com um sono anormal. Jake ficou preocupado, mas desnecessariamente. Fora o sono, eu estava super bem. Aliás, nunca me sentira tão bem e tão faminta. Na volta, ancoramos na California, para dar uma caçada no Siskyou National Park. Não sei porque, mas ver o Jake caçar me excitou muito. E bastou ele voltar à forma humana para experimentarmos algumas coisas novas em plena floresta.
_ Posso te confessar uma coisa? _ perguntei, debruçada sobre ele.
_ Claro. Não quero que me esconda nada. _ respondeu Jake, olhando o céu por entre as folhagens, enquanto descansava a cabeça sobre um dos braços e me abraçava com o outro.
_ Já te vi pelado algumas vezes antes de começarmos a namorar. Ficava maluca.
_ Que safadinha! E  foi quando? Você já tinha idade pra isso? _ indagou, preocupado.
_ Calma, Jake! _ sorri do excesso de zelo _ Já era bem crescidinha. Não cometi nenhum pecado. hahahahaha! É isso que dá não olhar se está sendo observado antes de voltar à forma humana.
_ Sempre tomei cuidado. Você devia estar me espionando. Confessa! _ disse, se virando sobre mim.
_ Ok, confesso! Te sentia se aproximando há quilômetros e, então, me escondia no alto de uma árvore pra te ver voltando à forma humana. Sabia onde você deixava sua roupa. Fiz isso umas três vezes, até ser "pega" por papai.
_ Como assim? Edward me viu também? Virei a atração dos Cullen? _ questionou meio indignado.
_ Ei, tá se achando é? Me "pegar" é uma forma de dizer. Ele viu meus pensamentos uma vez. Me pegou distraída na biblioteca, lembrando de alguns flashes do que acabara de presenciar. É claro que eu disse que foi sem querer, que o vi enquanto caçava. Mas não sei se ele engoliu.Ficou muito, mas muito bravo mesmo. Tive que usar muita lábia para convencê-lo que fora um descuido meu e que eu ficaria mega sem graça se ele contasse pra você.
_ Agora entendi porque Edward me pediu pra mudar o local onde eu me trocava. Veio com uma conversa esquisita de que era muito próximo da casa e que alguém podia ver. Na verdade, já tinham visto não é dona Renesmee?
_ Pois é. Desse dia em diante, não vi mais. Mas quem liga? Agora posso ver quando eu quiser. E não apenas ver _ disse isso espalmando as duas mãos em seu bumbum macio e dando um apertão.
_ Opa! _ sorriu, surpreendido, mas gostando. _ É assim? Pois eu também tenho uma coisa pra confessar.
_ O que? Você também me viu nua, Jake? _ perguntei, toda animadinha.
_ Pelada não, mas uma vez vi a porta do seu quarto entreaberta, enquanto você dormia e ia fechar, mas não me contive com a cena. Você estava descoberta, com a camisola meia levantada, deixando um pouco da poupa do seu bumbunzinho e da calcinha à mostra. A coisinha mais linda do mundo. Fiquei ali, te observando. Foi a primeira vez que te desejei.
_ E isso tem muito tempo?
_ Claro que não. Foi um acontecimento relativamente recente. Como te disse, foi a primeira vez que me senti atraído por você como mulher. Minha sorte é que nesse dia só Esme, Alice e Rosali estavam em casa. Todos os outros haviam saído para caçar. Fiquei te apreciando apenas alguns segundos. Me senti mal com aquele sentimento novo e tentei fugir dele, correndo para a floresta e me transformando em lobo. Mas não teve jeito, dali em diante, mesmo tentando desviar o pensamento, já não te olhava mais como antes. Nem sei como não fui pego pelo Sr. "leitor de mentes".
_ Eu percebi seus olhares, mas não tinha certeza. Sentia o mesmo, mas não tinha coragem de expôr meus sentimentos. Você sempre me viu como sua "irmãzinha" mais nova, que tinha que proteger de tudo, inclusive de você mesmo.
_ Durante muito tempo foi assim mesmo que te vi. Mas como não enxergar esse mulherão em que você se transformou? Pra minha sorte, sofri imprinting com uma criança que se desenvolveu de uma forma sobrenaturalmente rápida. Já pensou ter que esperar anos pra viver isso aqui?
_ Jake, não é querer ser estraga prazer, mas acho que esses cervos que a gente caçou não me caíram muito bem. _ avisei, passando a mão pela barriga, meia nauseada.
_ Por que?
_ Não sei, tô meia enjoada. Nunca senti nada assim na minha vida. Não que eu me lembre.
_ Vou levar umas ervas para fazer um chá pra você no barco.
_ Não, Jake. Prefiro não arriscar. Vai que...
_ Que o quê?
_ Ah, sei lá... Já li algumas coisas a respeito e... vai que estou grávida!?
_ Hã? Mas você é uma vampira.
_ Não 100%. Sou meia humana também. Esqueceu? E eu menstruo. Tudo bem que meu ciclo menstrual é diferente, mas acredito que, por menstruar, eu tenha meu aparelho reprodutivo funcionando como o de qualquer mulher.
Jake estava boquiaberto, com um meio sorriso no rosto, olhando fixamente pra minha barriga.
_ Quer dizer que... _ apesar de não terminar a frase, estava na cara, literalmente, que ele se empolgara com a história e estava estasiado.
_ É isso mesmo. Quer dizer que existe esta possibilidade.
_ Então vamos embora já. Não quero que meu filhote nasça num barco ou no meio da floresta como um...
_ Lobo? _ brinquei.
_ Engraçadinha.
_ Ei! Se eu estiver grávida, deve estar apenas no início. Não é assim. A criança não vai nascer daqui a pouco. Nem estou com uma barriga visível ainda.
_ Sei lá! Me lembro bem da Bella grávida de você. Foi tudo muito rápido. E ela não ficou nada bem.
_ Ela era uma humana, grávida de uma meia vampira. Um caso bem diferente do meu.
_ Ok! Mesmo assim, quero te levar pra casa já. O Carlisle deve saber o que fazer.
Nossa lua-de-mel acabou ali. Jake não queria mais me tocar para "não machucar o bebê". E o pior que a gente nem tinha certeza de nada. Me arrependi de ter contado sobre minha suspeita. Mas foi bonitinho vê-lo todo cuidadoso, beijando minha barriga e tentando escutar sei lá o quê, com o ouvido encostado nela. Quando chegamos em casa, foi uma grande festa. Estávamos todos morrendo de saudades. Tivemos a agradável surpresa ao saber que havíamos ganhado uma casa mobiliada, a apenas alguns metros da casa do vovô e dos meus pais. A alegria foi ainda maior, principalmente de mamãe e Rosalie, quando contamos sobre a suposta gravidez. Carlisle providenciou uns exames e um ultrasson. Realmente eu estava certa. Eu e Jake seríamos pais. Só não esperávamos que fosse de trigêmeos. Minha gestação foi super tranquila. Ganhei uma barriguinha bem sexy, segundo Jake. Foram quatro meses de paparicos. Coincidência ou não, minha gravidez teve o mesmo tempo de duração que a das lobas. Nasceram 2 meninos e uma menina, numa cesária rápida feita pelo meu avô. A cesariana foi necessária porque minha bolsa precisou ser rasgada, uma vez que era muito resistente. Meus bebês eram lindos e aparentemente normais. Pareciam tão humanos. Os meninos, Sean e Jake, eram bem parecidos comigo, mas a menina, Sol, era muito igual ao Jacob.
_ Parecem humanos. _ disse Jake, com as crias no colo.
_ Apenas parecem _ surpreendeu papai.
_ Como assim pai? _ estranhei.
_ Diz logo, Edward. _ preocupou-se Jacob.
_ Eles conseguem se comunicar comigo perfeitamente. É como se, mentalmente, já tivessem uns cinco anos ou mais um pouco.
_ E o que eles estão dizendo Edward? _ peguntou mamãe, curiosa.
_ Eles disseram que amam essa família e que estão com fome. _ informou, sorrindo.
_ Por isso estão chorando. _ comentou vovô, também achando graça.
_ E o que dou pra eles comerem? _ perguntei, desesperada.
_ Ora, Nessie, dê o peito. Você tem leite, como toda mulher _ comunicou vovô,
_ Sério? Então me dá a Sol e Sean primeiro, Jacob. O Jake fica na mamadeira desta vez. E assim a gente pode ir revezando.
Nossos filhotes cresceram rapidamente, como eu. Antes de completarem um mês, já estavam andando. E aos três meses revelaram o que conselheiros quileutes já haviam profetizado durante o ritual de apresentação das crianças aos ancestrais. "Essas crianças vieram para transformar, para quebrar tradições, revolucionar. Eles são a nova geração, a união até então improvável e impossível de frios, lobos e humanos. São o fogo e o gelo em um só."
Sol, Sean e Jake eram um misto de mim e do Jacob. Tinham os mesmos poderes que eu, mas podiam se comunicar telepaticamente com Jacob, tal como os lobos de sua matilha. O dom de se transformarem só se manifestou na adolescência e foi o maior presente que Jacob poderia ganhar. O lado humano estava na ausência do brilho à luz do sol e no pulsar do coração, tal como eu. A temperatura corpórea era parecida com a dos répteis, variava conforme o ambiente. Eles tinham a pele fria, mas eram capazes de chegar a temperaturas altíssimas quando lobos.
Mas o mais impressionante mesmo foi quando descobrimos que a Sol tinha uma habilidade maravilhosa: telecinese. Ela movia objetos com a mente. No início, eram pequenos movimentos, com objetos pequenos. Depois, foi desenvolvendo seu poder, até ter total domínio sobre ele. Podia mover qualquer objeto com leveza e controle. Marcus, aliás, ao saber do dom de Sol, quis conhecê-la pessoalmente. Nos visitou juntamente com Chelsea. Chegou a reforçar o convite de integrarmos a guarda Volturi, mas é claro que recusamos. Marcus, mantinha uma boa relação conosco, mesmo tendo Caius ao seu lado, tentando envenená-lo contra nós. Felizmente, Marcus conhecia bem a figura e não se deixava influenciar. Isso nos tranquilizava. Mas temíamos que Caius armasse contra Marcus para tirá-lo do poder. Haviam boatos. Mas nada além que boatos. E esperávamos que não passassem disso.
Não mencionei antes, mas Marcus nos deu como presente de casamento uma linda joia: um pingente de ouro maciço, em forma de coração, cravado de rubis. Junto, veio um bilhete. "Na fraqueza, descobrimos nossa força". Entendi que o seu recado referia-se ao meu frágil coração, que encontrou forças no ato de amor de Jacob. Achei de uma sensibilidade incrível tal presente. Bem a cara do Marcus.
Também no nascimento das crianças ele se deu ao trabalho de enviar três pulseiras de ouro puro, uma para cada, todas com uma inscrição gravada na parte interna: "Protegidos de Marcus Volturi". Eu e Jacob ficamos lisonjeados com tamanha honra, mas preferimos deixar as pulseiras devidamente guardadas. Não era do nosso feitio ostentar jóias. Muito menos atestando proteção Volturi. Mesmo porque, achamos que os quileutes não iriam gostar, já que eles afirmavam que os bebês já eram protegidos pelos ancestrais da tribo. A nós bastava saber que nossos filhos estavam muito bem guardados por nós e nossa família.
Posso afirmar que eu, Jacob e as crianças formamos uma bela família e que felicidade é pouco para descrever o que vivemos.

FIM


Ei, pessoal, é apenas o fim DESTA história. Espero que a NOSSA história, aquela que começou com o início da fic, não tenha um "the end", e que possamos estar juntos em outras aventuras literárias e curtindo o universo Twilight. 
Gostaria também de deixar aberto o espaço para outros finais alternativos para a trama de Nessie e Jake. Vou publicar em breve a da Nayara. Afinal, como sempre disse, esta fanfic não é só minha, é nossa! ;)

19 comentários:

  1. Monica Marinho disse...

    Me encheram tanto o saco pra postar o final da fic e ZERO comentários até agora. Goooood! =(  

  2. Anônimo disse...

    Oi Mônica! Tudo bem?
    O final da fic foi incrível, muito bom! PARABÉNS pelo seu trabalho!!!
    Abs, Arianne.  

  3. Soraya disse...

    Hahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha!!!
    Enchi o saco....é verdade!!!!
    Mas quero degustar com calma do final da fic antes de comentar.
    É o final de uma saga,épico,transedental....galático....hihihihihihihihihi!!!!
    To indo trabalhar só agora vi q vc postou.
    Valeu,MÔ,tu és mil.
    Á noite lerei com calma e depois vou falar com detalhes.
    Beijocas mil e um abração...
    Ainda to rindo do "me encheram o saco"kakakakakakakakakakakaka!!!!  

  4. Skydiver disse...

    hahahahahahah Tá rindo né, Sô! hahahahahah. Vou ficar agiardando seu comentáriooooo. Bjoooo  

  5. Soraya disse...

    Ai,q delícia!!!!!Q maravilha!!!!
    Adoreeeeeeeeeei!!!!
    Amei eles papiarem coisas típicas de jovens,como,"arrmei para te ver nu"....rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs.E a história da língua do jake.Sensacional!!!!!Fiquei imaginando esse detalhe em 3 D.UAU!!!!!
    Achei formidável a gravidez.
    Ai,ai estou maravilhada!!!!E a impolgação da gravidez???!!!!
    Suuuuuper a cara do jacob....hahahahahahahahaha!!!!
    Adorei todos morando perto....rsrsrsrsrsrsrsrs.Me lembrei do filme Casamento Grego...SHOW!!!!
    Trigêmeos q gostosura!!!!Sempre acho um máximo para os outros,mas nem sonho com uma coisa dessas....hihihihihihihihi!!!É muuuito trabalho.A sorte de Nessie é ter uma família q ñ dorme.
    Querida amiga,PARABÉNS!!!!!!!
    Ficou excellente!!!!Terminou de uma forma q consegui imaginar e suspirar junto.
    Vc tem um baita dom e isso é um fato.Espero q realmente um dia escreva seu próprio livro.Pois ñ basta saber escrever.Tem q ter imaginação e o dom da criatividade!!!E no decorrer da fic.Percebi q vc tem os dois.
    Beijocas mil e um abração bem apertado.
    Agora,por favoooooooooor me envie o livro para o meu e-mail,assim poderei passar para o pendrive.
    To ansiosa para reler tudo,sem interrupções.
    Te gostchio!!!!!!!!!
    Ah!!!!E mande sim as auternativas de outro final,vou amar ler.

    soraya.29pf@hotmail.com

    Tenho q ir trabalhar,parabéns,Natalia,apareceu no jornal...show!!!!
    FUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUI!!!!
    INTÉ...RSRSRSRSRS.
    Caramba!!!!Ñ paro de escrever....hihihihihihihihihi.É por isso q o yahoo vive me barrando dizendo q excedi a quantidade de e-mails enviados....agora vc vê q absurdo!!!!Logo eu q sou tão objetiva!!!E só escrevo o necessário...kakakakakakakakakakakakakakaka!!!!
    TCHAU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!  

  6. Meny disse...

    Olá Mônica!
    Saiba que adorei ler sua fic, de verdade, é uma das melhores que li, Parabéns!!!!
    O final ficou perfeito, bem a carinha do Jake, pena que acabou buá buá
    Parabéns  

  7. Anônimo disse...

    Nayara:Linda ficou essa história.Você nunca se interesou de publicar???Olha eu amei e vou imprimir tudo pq ficou muito bom.Parabens  

  8. Alice Cullen disse...

    Desculpe não revelar meu nome verdadeiro,mas para me identificar eu sou uma ENORME fã da Alice Cullen por isso o meu nome (se tiver dado certo a identificação)
    Mônica,como vai?Nunca comentei nada no seu blog,esperei terminar de ler a sua fic para expôr tudo o que senti durante a minha leitura.
    Você escreve maravilhosamente,você consegue envolver as pessoas com a sua história e isso é um dom que você soube desenvolver e que acabou beneficiando outras pessoas com esse dom (inclusive,beneficiando à mim).Parabéns!!A sua fic ficou explêndida!!!!Durante a leitura,tive a emoção dos personagens e acabei vivenciando a história.
    Mô(se eu puder te chamar assim,mas se não me desculpe)eu gostaria de dar algumas dicas pra você que poderia deixar a sua fic ainda melhor.No começo da história,você diz que a Renesmee e sua família moram no Alasca.Mas você poderia acrescentar que eles estavam morando no Alasca porque já tinham morado em Dartmouth (para ficar mais fiel a Amanhecer),se você quiser que assim seja é claro.E gostaria de pedir, ou melhor,implorar (se não for muito incômodo),que você escrevesse uma Lua-de-Mel da Renesmee para os fãs menores de 18 anos,porque eu estou inclusa nesses fãs e infelizmente não pude ler a Lua-de-Mel original.Obrigada,por ter dado esse presente a todos os fãs da Saga,que é ter escrito a sua fic.Obrigada por nos proporcionar mais uma oportunidade de eternizar um pouco mais a Saga.Espero fielmente que você ainda veja os seus comentários.Amém!Que assim seja.Beijos de Alice Cullen,sua fã.
    P.S. Se você tiver publicado esse livro,POR FAVOR ME AVISE !  

  9. Monica Marinho disse...

    Oi Alice!!!! Seja bem vinda! Adorei o "Mô"! rs Gosto muito me sentir próxima das leitoras. E sempre aceito as dicas e sugestões da galera. Já me deram muitos toques legais no decorrer da fic. Claro que aceito a sua tb. Realmente dá uma continuidade. Como pretendo fazer uma revisão de toda a história com calma, vou lembrar de acrescentar isso.
    Caso eu publique essa história, teria que ser num outro contexto, e não como uma continuidade de Amanhecer, senão seria plágio. Só posso publicar como fanfic, pois sendo algo feito por fã e sem fins lucrativos, não há problemas com direitos autorais. A última coisa que quero é me indispor com a tia Steph. hahahahah
    Eu vou ver se consigo fazer uma versão light da lua-de-mel p/ menores de 18, no fim-de-semana.
    Valeu mesmo! E obrigada pela força! Que booom que vc gostou. =)
    Bjoooooo  

  10. Anna Carolina disse...

    Nossa mônica adorei a sua fic, não consegui parar de ler eu simplesmente AMEI ♥
    Só fiquei meio envergonhada na parte 69 (:
    Mais pena que acabou ):
    Bjos  

  11. Monica Marinho disse...

    Ah, não fique envergonhada! O amor é lindo e a lua-de-mel é fruto desse amor. =)  

  12. Débora disse...

    amei a fic inteira faz a parte 2 por favor aei.
    fiz um blog para postar fics de amanhecer mais nao teve sucesso
    parabéns pelo seu talento...
    beijos  

  13. Anônimo disse...

    noooossa essa fic é incrivel, eu simplesmente ameeeei,acho q a Monica tem um super potencia para escrever, quem sabe se ela entrar em contato com a editora da tia Steph ela consiga escrever um livro, a continuação de amanhecer, ja imagino que perfeeeito, super amei >< *-*

    By:Estefany  

  14. Nathy_bells disse...

    Olha a vergonha ... :$

    Mo faz séééééculos que eu li esse ultimo capítulo da Fic mas tipo assim só correria esse final/começo de ano que não tenho tempo para quase nada.

    Desculpa a demora e prometo em breve continuar postando aqui no blog <3

    Beijos

    P.S: Quero mais fics suas *_*  

  15. Equipe A Selena Brasil disse...

    Oi,Mônica!

    Eu conheci o blog a pouco tempo (ontem na verdade,dia 16 de março) mas viciei demaais nessa fic!
    Você deveria mesmo publicar como um livro,ia fazer muito sucesso (e eu ia comprar umas 20 cópias,para a vida toda)

    Ah,mais uma coisa: imagina o sucesso que ia fazer se virasse filme?

    Nossa,eu ia assistir 30000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000 vezes!!!

    Muitos beijos,Mel  

  16. Kamila disse...

    Oi Monica!!! Adorei sua história!!! Parabéns!!!!  

  17. Monica Marinho disse...

    Gente, como não vi esses últimos comentários antes? Vocês são 10 em me incentivar. Obrigada mesmo pelo apoio. Débora, essa fic é nossa, foque a vontade para postá-la no seu blog, se quiser. Bell, sei bem como é esse corre-corre, eu mesmo não tenho mais tempo para o nosso blog. Mel, só tenho uma coisa a te dizer: 300000000000000000000000000000000000000000000000000000 beijos pra vc, sua fofa! Kamila, super obrigada por ter lido e fico feliz que tenha gostado. MESMO! BJOOOOOOO!!!! Vamos ver o que consigo fazer para que a fic se transforme em livro sem eu ser presa. kkkkkkkkkkkkkk  

  18. Anônimo disse...

    Oie Mônica. Adoreu dmais a fanfic :)) perfeito, vc é mt criativa e escreve bem dmais!! Amei!! Comecei a ler era 16:00 horas e fui terminar agr!! Adorei a participação d cada personagem no enrredo, os novos tbm!! (Msm sentindo raiva deles em alguns momentos *-*) Incrível!! Explendido! Parabéns msm.
    OBS: Se vc colocar isso em um livro sem ser presa, ficarei feliz em tem este livro junto cm os meus amados na estante kk

    beijoss Vitória Alencar :)  

  19. Monica Marinho disse...

    Fico muito feliz que vc tenha gostado, Vitória! E que tenha sido tão bom ao ponto de ter lido tudo em um dia. hahahah Bem, eu também tenho o sonho de poder publicar esta fanfic, mas pelo jeito só seria possível em e-book, e com acesso "free", pois não é permitido publicar fanfics com fins lucrativos. Prometo que quando eu publicar, aviso aqui no blog.
    Grande beijo!!!!  


 

...