A partida
Me despedi rapidamente da minha família e partimos. Eu, Jake, Leah e Josh. Enquanto nos embrenhávamos floresta a dentro, ouvi, até onde foi possível, as últimas instruções de Alice. Eu estava bem ansiosa. Um misto de felicidade, por saber que estaria sozinha com Jake nos próximos dias e sem qualquer dúvida em relação aos nossos novos sentimentos, curiosidade e preocupação com toda essa história de Johan, Nahuel e os Volturi. Será que Alice sabia realmente o que estava fazendo? Será que minha família daria conta? Eu estaria realmente segura em La Push? E minha família? Quero que todos os que amo estejam seguros. Não quero que ninguém se arrisque por mim. Não suportaria saber que algo aconteceu ao papai, mamãe, a qualquer um deles por minha causa! E o que Jake estaria prestes a enfrentar por mim? Por que eu não pude saber? Afinal sou eu a principal interessada. É minha vida que está em jogo. Mas por que minha vida está em jogo? O que os Volturi querem mais comigo? Tudo isso se passou pela minha cabeça em questão de segundos, ao mesmo tempo que ouvia Alice dizer:
_ Primeiro passo, Ok! Agora, Edward e Bella precisam se encontrar com Nahuel. Já sabem o que fazer. Vão o mais rápido que puderem. A viagem até o Norte do Brasil é longa. Quanto a você, Carlisle, vá com Esme à Itália.
_ Itália? Vamos à Volterra?_ perguntou Esme.
_ Não agora. Primeiro vocês vão achar uma pessoa numa pequena aldeia, a uns 600 quilômetros de distância de Volterra. A placa diz: "Dimenticato", esse é o nome do lugar, fica já na Província de Aquille. É a única aldeia da região cercada por uma densa floresta e próxima a um rio.
_ Dimenticato? Bem sugestivo o nome do lugar. Em italiano significa "Esquecidos"_ observou Carlisle.
Foi o máximo que pude ouvir. Mas o suficiente para mexer comigo. Estávamos longe o suficiente da casa. Longe o suficiente da minha família. Longe. Nesse momento me bateu uma tristeza. Acho que estava com saudade. Nunca havia estava distante deles: do carinho e da proteção de meus pais, sempre tão apaixonados; do jeito brincalhão e infantil do meu querido tio ursão, Emmet; da Rosalie sempre tão impecavelmente linda; da minha fadinha festeira Alice; do meu grande companheiro de estudos e amigo-avô, Carlisle; da minha doce avó Esme; e até do meu tio fechadão, mas com quem eu adorava conversar sobre relações humanas, Jasper. Todos estavam lá, unindo forças e fazendo o seu melhor por mim. E eu devia estar com eles. Inevitavelmente, as lágrimas começaram a escorrer pelo meu rosto, mas logo secaram. A velocidade com que corríamos era absurda. Jake realmente estava com pressa. A vegetação transformara-se em um mero borrão verde. Paralelo à nós, estava a estrada principal, que levava a Seattle. Podíamos ouvir o barulho de carros, caminhões e, eventualmente, de ônibus de viagem passando. Estávamos mais rápidos que eles. Em questão de algumas horas - umas 7 horas talvez - estaríamos passando por Seattle. Depois, com mais umas 2 horas floresta a dentro, chegaríamos a Forks e, em apenas mais uma horinha, La Push! A imagem daquele lugar me fazia ir mais rápido. Queria chegar e ver logo a imensidão do mar. Pela estrada, de vez enquando, eu e Jake trocávamos olhares. Ele e os outros estavam em sua forma de lobo. Josh era um lobo cinza e branco e era um pouco maior que Leah. Eu estava feliz em vê-los juntos. Que bom! Leah havia encontrado alguém pra ela.

5 comentários:

  1. Anônimo disse...

    Ai Mo como esta ficando cada dia mais interessante ler sua fanc viu!!!! Adorei e quero so ver Renesmee e o lobinho bonitinho juntos en La Push!!!!

    beijos e obrigadaaaaaaaaaaaa

    Marye  

  2. Nathy_bells disse...

    Será que tem um lobo ai afim de me levar para La push?
    =X
    Parei meu negocio são os vampiros msm ...
    Mo está perfeita a FanFic... qnd sai o proximo capitulo? ;P  

  3. Monica Marinho disse...

    Prometo que não vou demorar taaaanto, Nath!!!! hahahahahah!  

  4. I Love Twilight Brasil disse...

    Mô...
    Espero sempre por sua funfic...mas a demora por esta 15ª parte valeu a pena, chorei...meu Deus, vc está arrasando com o meu coração, está parecendo até a Stephenie Meyer.
    Parabéns!
    Vê se não demora muito com a próxima parte.
    Beijos  

  5. Monica Marinho disse...

    Cinco anos depois vi seu comentário, Cíntia. Puxa, fico muuuito feliz que vc esteja gostando.  


 

...