Uma conversa difícil
_ Poderíamos ir lá fora um pouco, Nahuel? Tenho algo importante que preciso falar com você.
_ Não vamos ter problemas? _ disse Nahuel, apontando com os olhos para onde Jake estava.
Sorri e balancei a cabeça negativamente.
_ Depois da conversa que vocês tiveram, acho que Jake já percebeu que não há porque ter ciúmes.
_ É, também acho. Então, vamos conversar.
Havia uma forte neblina ao redor de toda a casa, deixando a paisagem esbranquiçada e úmida. Eu não tinha nada planejado para falar. Só sabia que não tínhamos muito tempo e que precisávamos ter aquela conversa. Ia deixar que meu coração me guiasse.
_ Nahuel, você ama Iandara ao ponto de ser capaz de qualquer coisa por ela?
Ele franziu a testa, como se quisesse entender o porquê da minha pergunta, e respondeu.
_ Sim. Por quê?
_ Porque é assim que eu e Jake nos amamos. E eu gostaria de te mostrar uma coisa. Posso? _ pedi, antes de tocar seu braço e lhe mostrar tudo, exatamente tudo o que havia acontecido no dia do meu encontro com Flávio, dia em que quase soube o que era a morte. Lhe transmiti toda a conversa que tive com aquele maldito Volturi: o perigo que corríamos por sermos vulneráveis à uma substância que estava sendo utilizada por eles para nos "caçar"; as experiências que haviam realizado em uma de suas "irmãs", a ameaça de Aro e sua busca por Johan e o que Jacob foi capaz de fazer por amor a mim. Reviver tudo aquilo e lembrar da atitude de Jake, me fez chorar. Meu amor pelo Jake só aumentava ainda mais, se é que isso era possível.
_ Nossa! Não sei o que dizer. Apenas que faria o mesmo por Iandara se fosse necessário. Sei o que é querer tão bem a alguém ao ponto de sua própria vida não ter mais sentido caso ela deixe de existir. Por isso aceitei ir à Itália. Seus pais me convenceram de que há como proteger a mim, e, consequentemente, à Iandara e minha tribo se eu puder provar a eles que não tenho nada a ver com as experiências de Johan.
_ Eles também acham que minha família tem ligação com Johan, por minha causa. Mas não basta apenas a nossa palavra, temos que mostrar isso a eles.
_ Mas como isso seria possível?
_ Eu não conheço detalhes do plano, mas Alice... você lembra dela?
_ Sim, a que pode ver o futuro.
_ Isso mesmo! Ela viu algumas coisas que envolviam a minha vida e a sua. Eu já escapei de uma, mas eles não sabem, acham que estou morta. Mas certamente continuarão procurando por você. E isso envolve risco para quem estiver ligação contigo, como sua tia, Iandara e toda a sua tribo.
_ Eu sei, mas vou protegê-los. Sou vampiro e também sou um guerreiro.
_ Alice tem um plano. Não sei ao certo do que se trata, e o "não saber" faz parte dele, mas sei que é uma chance que temos de livrar-nos de vez dessa perseguição, sem colocar em risco Iandara, sua tia ou sua tribo. Só preciso saber se você está disposto a colaborar.
_ Claro! Senão eu não estaria aqui. É só me dizer qual a minha parte nesse plano.
Eis o ponto que eu queria chegar. Juntei coragem e mandei:
_ Sua parte é convencer Johan a nos encontrar na Itália.
_ O quê?
Seu "o quê" cheio de surpresa fez parecer que o que eu acabara de dizer tinha sido um grande absurdo. E acho que pra ele foi mesmo.
_ Nunca eu procuraria aquele maldito para pedir qualquer coisa. Me peçam tudo, menos isso. Quero mais é que ele seja encontrado pelos Volturi e receba o castigo que merece. Pelo que fez com minha mãe e pelo que tem feito com aquelas crianças. Tanto as que têm a sorte de nascerem como nós e viram suas escravas, quanto as que têm o infortúnio de nascerem humanas e são devoradas, comidas, como um... um nada! Você sabia disso?
_ Sim, sabia. Alice contou. Mas parece que sem ele, nossa missão na Itália será em vão. Pense um pouco, Nahuel! Se você o odeia tanto e se é ele que Aro quer, por que não levá-lo até lá?
_ Porque... _ Nahuel vacilou em sua resposta, se perdeu em seus pensamentos mas, enfim, respondeu _ Porque, apesar de tudo, eu não seria capaz de entregá-lo. Sendo ou não um monstro, ele é meu pai e eu não conseguiria. Mesmo me sentindo muito tentado a isso.
_ Entendo. Bem, não podemos te obrigar a nada. Mas é certo que sem Johan, nossa ida até os Volturi será uma missão suicida. Me parece que Johan é a chave de todo o plano de Alice. E só você poderia fazê-lo ir até lá.
Nahuel ficou cabisbaixo por um tempo. Depois divagou por uns instantes, olhando fixamente para a escuridão da floresta, coberta pela densa névoa.
_ Preciso pensar. Preciso de um tempo sozinho.
_ Fique a vontade. Não pre... _ antes que eu terminasse a frase, Nahuel sumiu no meio da mata. Bem, ou aquilo significava que tínhamos alguma chance de obter sua colaboração, ou então que eu havia fracassado na minha missão. Bem, tínhamos até amanhã pra saber.
_ Ele só precisa colocar as ideias em ordem. Nahuel está confuso, com muitas indagações e conflitos interiores. Ficar sozinho vai ajudá-lo a organizar seus pensamentos _ disse papai, surgindo da parte lateral da casa.
_ Ouviu tudo?
_ Mais do que apenas foi dito _ disse, sorrindo, fazendo menção à sua capacidade de poder ouvir também os pensamentos. Revirei os olhos e assenti com a cabeça.
_ Claro que sim, que pergunta a minha. Espero que eu não tenha estragado tudo.
_ Não acredito. Nenhum de nós seria capaz de fazer melhor. Não sei se conseguiu convencê-lo ou não, mas ao menos o fez pensar em algo que antes seria improvável. Agora relaxa e se concentra na sua próxima missão.
_ Qual? _ ao perguntar isso, a porta da frente se abriu bruscamente. Era Jake.
_ Nessie, Ed? Onde está Nahuel?
_ Foi dar uma volta pela floresta pra pensar melhor sobre a responsabiliddae que acabei de jogar em suas costas.
_ Ah, então vocês já tiveram aquela conversa?
_ Já. Agora só resta esperar pra ver no que deu.
_ Preciso falar com você. E com você também Edward. Podem vir aqui?
Dei uma olhada para o papai. Provavelmente ele já sabia do que se tratava, mas não ia dizer.
_ Vamos lá.

15 comentários:

  1. εϊз~ Grasyєℓℓყ εϊз~ disse...

    até q fiim!
    rsrs
    ...o q será q o jake quer??
    será q vai pedir a Nessie em namoro??
    Oo
    rsrsrs
    anciooosaaaaa!
    Môniica,não demora mto pra postar o próximoo???
    Please!
    Beiijo♥  

  2. Monica Marinho disse...

    É mesmo Grasy! Até que enfiiiiimm!!! Hahahahahah! Mas vou compensar essa semana. Pode deixar. Bjão!  

  3. I Love Twilight Brasil disse...

    Ai Mô, vc está uma maravilhosa escritora de suspense...até quando vamos esperar o que Jacob e Edward vão se falar?
    Te adoro!  

  4. Monica Marinho disse...

    Eu estava corrigindo alguns errinhos. Vc deve ter lido ainda com eles. Hahahah! Peguei a mania de terminar os capítulos com esse suspense. Com gostinho de quero mais. heheh! Tb te adoro amigaaaa!!!  

  5. jenifer disse...

    olha mônica esta tudo muito maravilhoso, estou maravilhada com a historia de Renesmee,espero o proximo capitulo 35.
    parabéns vc esta se saindo uma grande escretora,adorei todo conteudo,tudo muito bem elapborado.
    por favor nao coloca um capitulo por vez nao,assim vou enloquecer de anciedade.  

  6. Monica Marinho disse...

    Valeu, Jenifer! Vou tentar ser mais rápida. É q o tempo acaba sendo curto durante a semana e esse lance de inspiração não surge na hora q a gente quer. Acontece às vezes de eu estar sem inspiração. Mas prometo que vou me esforçar. O incentivo de vcs ajuda bastante. =)  

  7. Nathy_bells disse...

    Aiii Meu Deus Stephenie Monica é demais ... AMO ...  

  8. Monica Marinho disse...

    Hahahahah! Só vc Nathy! ♥  

  9. Bella disse...

    Olha ta muuuito linda a fic é sem duvida a melhor que eu ja li, meu vc manda muito bem posta logo adorei de verdade ♥♥♥  

  10. Monica Marinho disse...

    Q legal q vc está gostando, Bella!!! Pode deixar q ainda essa semana estou postando mais uma parte.
    Bjão e valeu pelo incentivo. =) ♥  

  11. Leh!!!100%crepusculo(blog) disse...

    Ai, que bom que vc já postou Monica!!
    E MUITO, MUITOOOOO OBRIGADA POR ME DEIXAR SER A FANPIRE VIP DESSE MÊS!!
    AH, E VALEU TAMBÉM POR COLOCAR QUE EU AMO O JUSTIN TAMBEM!!
    OBRIGADAA!!
    amei o post de hojee*
    bjs!!  

  12. Scarlet disse...

    oi fofas!
    a fic está ótima. não perco um capítulo sequer.
    mas vim aqui pra dizer que criei um grupo no msn pras fãs de twilight. assim que eu estiver em casa eu vos enviarei o endereço e assim poderemos nos comunicar pessoalmente.
    beijokas...

    scarlet  

  13. Monica Marinho disse...

    Imagina Leee!!!! Vc merece! Leitora assídua e grande incentivadora. Bjks!  

  14. Anônimo disse...

    Mônica, comecei a ler sua fic agora e estou achando m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a!!!! Vc é uma escritora perfeita e prende a atenção da gente do começo até o fim. Sua estória é cheia de tensão e os sentimentos são quase palpáveis, ou seja, ótima de se ler... Como virei fã, percebi alguns detalhes que gostaria de comentar, pq não sei se foram intencionais (vc quis criar e adaptar características aos personagens para a sua fic) ou se vc se passou mesmo. Por exemplo: Renesmee (segundo Amanhecer) chora sim, com lágrimas, aliás, chora bastante, lembra?! Tb não tem o brilho do sol refletido da mesma forma que os vampiros, apenas um leve vislumbre que não é perceptível aos limitados olhos humanos e, por último, o coração dela bate e ela PRECISA respirar, diferente de seus familiares, então naquele mergulho do penhasco ela, assim como Jake, tb teria necessidade de respirar. Espero que receba esses comentários como os de uma fã que ama a sua estória, não é dotada de sua capacidade criativa, apenas tem uma percepção de detalhes apurada, mas nada que estrague ou danifique a sua criação. Parabéns pelo seu grande talento!!! Bjks.  

  15. Monica Marinho disse...

    Puxa, só vi seu comentário agora. Sobre o "brilho" de Renesmee, já havia sido lembrada e consegui modificar esta parte da história. Mas esses outros detalhes vou precisar ver como atualizo. Agradeço muito mesmo a assessoria de vocês, porque minha memória não é um dos meus pontos fortes e realmente acabei vacilando nesses pontos.  


 

...